• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Minas Gerais » Polícia prende homens acusados de incendiar ônibus no Bairro Betânia, em BH O crime aconteceu a na madrugada deste sábado. Na noite dessa sexta-feira, em torno de 100 pessoas participaram de protetos no bairro contra a morte de um homen durante a abordagem da Polícia Militar na região

Iracema Amaral - Estado de Minas

Publicação: 22/03/2014 09:33 Atualização:

A Polícia Militar prendeu na manhã deste sábado dois homens suspeitos de terem incendiados, na madrugada de hoje, um ônibus da linha 1207, que faz o itinerário entre os bairros Betânia e Santa Maria, ambos os bairros localizados na Região Oeste da Cidade. A Polícia identificou os autores suspeitos do crime: Thiago Henrique dos Santos, 25 anos, e Paulo César Borges dos Santos, 21 anos. Eles foram levados para a Delegacia de Plantão da Polícia Civil, no Barreiro.

De acordo com relato do motorista do ônibus, dois homens deram sinal para que o veículo parrasse na Rua Úrsula Paulino, por volta de uma hora da manhã deste sábado. Quando o veículo parou, outros dois homens "apareceram", contou o motorista. Um deles usou um galão com um líquido combustível  para atear fogo no ônibus.

Na manhã deste sábado, a Polícia Militar continua no local onde o ônibus foi incendiado, que virou carcaça, com perda total, para perservar o local , onde a perícia vai realizar o trabalhopara identificação de todos os detalhes do crime.

Protesto

Antes de o ônibus ser incediado, em torno de 100 pessoas interditaram, na noite sessa sexta-feira, as duas pistas das Avenida Tereza Cristina, no Bairro Betânia. Queimando pneus, o grupo protestou contra uma abordagem policial que terminou com um jovem baleado no rosto na noite dessa quinta-feira.

Segundo informações da polícia, durante patrulhamento na Rua C, os militares avistaram uma motocicleta na entrada de um beco onde funciona uma boca de fumo. Logo após descer da viatura, o oficial da PM abordou o rapaz, que reagiu desferindo golpes no militar com um objeto semelhante a faca. Atingido no pescoço, o policial sacou a arma e atirou no agressor. O disparo atingiu o rosto do homem, que foi levado para o Hospital João XXIII.

O boletim de ocorrência foi registrado como lesão corporal contra o policial. Diante do caso, um inquérito policial militar foi aberto para investigar a conduta do subtenente. A vítima continua internada no HPS sob escolta policial. Ainda segundo os militares, o homem foi autuado por por lesão corporal, desobediência e resistência. A faca que teria sido usada pelo suspeito não foi localizada.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.