• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Combate à criminalidade » Minas formaliza convênio com Rio e Bahia para combate à criminalidade nas divisas Os dois estados vizinhos assinaram hoje um termo de cooperação técnica que oficializar a parceria

Luana Cruz -

Guilherme Paranaiba -

Publicação: 18/03/2014 10:12 Atualização:

O governo de Minas formalizou nesta terça-feira o convênio com os estados da Bahia e Rio de Janeiro para intensificar a Operação Divisa Seguras de combate à criminalidade nas áreas limítrofes com os estados. Apesar de já participarem informalmente das operações, os dois estados vizinhos assinaram hoje um termo de cooperação técnica que oficializar a parceria. Também estão juntos na força-tarefa os estados de Mato Grosso, São Paulo, Goiás, Espírito Santo.

De acordo com o secretário de Estado de Defesa Social Rômulo Ferraz, a criminalidade compartilhada com Rio e Bahia está relacionada a ocorrências de tráfico de drogas, enquanto na divisa com São Paulo e Goiás os casos mais registrados são de explosão de caixas eletrônicos e roubos a bancos. O objetivo da parceira é reduzi a ação de bandidos em pontos em que eles agem mais organizados.

Ao todo, foram realizadas 12 operações Divisa Seguras. Segundo a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), 100 mil pessoas e 80 mil veículos foram abordados, sendo 462 suspeitos presos. Também foram apreendidos 300 quilos de explosivos, uma tonelada de maconha, mais de 500 pedras de crack, cerca de 50 armas de fogo e 6 mil munições.

Atualmente, participam da Operação Divisas Seguras, de maneira integrada, a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), as Polícias Militar e Civil, o Corpo de Bombeiros Militar, a Receita Estadual, a Receita Federal, o Ministério Público, a Polícia Rodoviária Federal, a Polícia Federal, além de autoridades dos estados parceiros.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.