• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Senado » Documentários sobre Lei Maria da Penha são premiados no Congresso

Agência Senado

Publicação: 12/03/2014 21:45 Atualização: 12/03/2014 21:44

Seis estudantes da rede pública e privada, e seus professores, foram premiados no 2º Concurso de Curtas sobre a Lei Maria da Penha, nesta quarta-feira (12), em evento promovido pelas Procuradorias da Mulher da Câmara dos Deputados e do Senado e a Bancada Feminina do Congresso, com apoio do Banco Mundial.

A Lei Maria da Penha, em vigor há sete anos, criou mecanismos para coibir e prevenir a violência doméstica, estabelecendo ainda medidas de assistência e proteção às mulheres em situação de risco. Além de garantir, até 2011, o cumprimento de 281.302 medidas protetivas; mais 196.023 inquéritos; 99.891 ações penais; 677.087 procedimentos judiciais; com 30 mil prisões; 26.269 flagrantes e 4 mil prisões preventivas.

Os documentários têm duração de até cinco minutos e trazem a visão dos estudantes sobre o tema "Violência contra a mulher, o que você tem a ver com isso? Grave um vídeo. Compartilhe com o mundo!”.  Os trabalhos vencedores serão exibidos nos veículos de comunicação da Câmara dos Deputados, do Senado Federal, do Ministério da Educação e nas redes de comunicação dos parceiros, como o Banco Mundial, e também pelo site www.curtamariadapenha.com.br.

Vencedores

Os vencedores são cinco estudantes do ensino médio, de 14 a 18 anos, representando cada uma das regiões brasileiras, e uma estudante na categoria “Júri Popular”. Eles foram premiados com um tablet e um certificado. Marcelo de Figueiredo Junior, representante da Bahia com o documentário Mulheres, reajam! explicou que foram várias semanas de discussão na escola até começarem a filmagem.

"Convidamos a professora para nos orientar e gravamos tudo num dia, foi tudo muito rápido, não tivemos tempo para melhorar a edição tão bem quanto a gente queria, mas graças a Deus deu resultado", comemorou.

Já a professora Marcele Almeida disse que os alunos ultrapassaram o objetivo de produzir um vídeo e conseguiram fazer uma interpretação sobre o machismo, responsável pela maioria dos casos de violência contra a mulher.

"Eles conseguiram trazer de uma forma serena, firme e poética o que acontece de fato com a mulher no Brasil. A gente está começando a convencer as pessoas que é preciso modificar nossas ações, acreditando mais, porque eles são de uma geração à frente. Eu tenho bastante esperança que essa lei não seja mais necessária no futuro", disse.

É o mesmo desejo da mãe do Yan Carlos de Sousa, vencedor pelo Distrito Federal, com o vídeo Poderia ser Você. Também professora, Simone Ferreira Louro disse que houve muito debate sobre o assunto em sala de aula, com a participação de todos.

Mudança

O Banco Mundial tem apoiado a Procuradoria da Mulher através de uma doação de US$ 305 mil que vem permitindo o desenvolvimento de uma base de dados para monitorar legislações sobre gênero e difundir processos de promoção da igualdade de gêneros e o aumento da capacidade técnica.

A iniciativa de levar o debate sobre a violência de gênero para as escolas foi apontada pela procuradora da mulher no Senado, Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), como uma ação estratégica e um avanço contra o preconceito e a intolerância, questões culturais.

"É uma forma prática que a gente tem de construir a nova sociedade, afinal de contas são jovens que estão utilizando essas ferramentas que a tecnologia dispõe. Eles já se autoconscientizam e conscientizam quem vive ao redor deles", argumentou.

Confira abaixo a lista de ganhadores do concurso deste ano.

Região norte

Título da obra: Minhas atitudes coíbem a violência contra a mulher?
Nome do autor: Mateus de Araujo Ribeiro
Nome da escola: Escola Estadual de Ensino Médio Coronel Pinheiro Junior
Cidade: Tracuateua (PA)
Professora responsável: Dhne Maria Pereira da Silva

Região Nordeste

Título da obra: Mulheres,reajam!

Nome do autor: Marcelo de Figueiredo Sant'Anna Júnior

Nome da escola: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFBA)

Cidade: Santo Amaro (BA)
Professora responsável: Marcele Almeida Santos

Região Centro-Oeste

Título da obra: Poderia ser você

Nome do autor: Yan Carlos de Sousa

Nome da escola: Centro Educacional Adventista do Gama

Cidade: Gama (DF)
Professora responsável: Simone Ferreira de Louro

Região Sudeste

Título da obra: Anistia

Nome da autora: Renata da Costa Marques

Nome da escola: Escola Municipal Leonor Pinto Thomaz

Cidade: Sorocaba (SP)

Professora responsável: Eliane Alves Leal Shimomura

Região Sul

Título da obra: Isso tudo me pertence

Nome da autora: Giovanna Conrado Quadros

Nome da escola: Colégio Estadual Prefeito Antonio Teodoro de Oliveira

Cidade: Campo Mourão (PR)

Professora responsável: Nair Sutil
 

Júri popular (por meio de votação na internet)

Título da obra: Violência contra a mulher: não compactuamos com isso

Nome da autora: Gislaine Renata Vilhas Voas
Nome da escola: Colégio Estadual Visconde de Guarapuava
Série escolar: 2°
Cidade: Guarapuava (PR)
Professor responsável: Daniel Donato Piasecki

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.