• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Semiárido » Para ampliar acesso à água, famílias do Semiárido vão receber cisternas

Agência Brasil

Publicação: 12/03/2014 13:47 Atualização:

Famílias dos nove estados do Semiárido brasileiro vão receber cisternas para ampliar o acesso à água destinada à produção de alimentos e criação de pequenos animais.

Em julho de 2013, a Fundação Banco do Brasil (FBB) e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) formalizaram convênio para a construção de 6 mil unidades de cisternas calçadão e o mesmo número de cisternas de enxurrada nos estados do Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, da Paraíba, de Pernambuco, Alagoas, Sergipe, da Bahia e de Minas Gerais. O BNDES destinou R$ 126 milhões para o projeto.

Segundo a FBB, serão usadas tecnologias sociais (técnicas ou produtos desenvolvidos na interação com a comunidade e que representem efetivas soluções de transformação social) reaplicadas para captação de água da chuva. Os dois modelos de cisternas captam água da chuva, têm capacidade de armazenar até 52 mil litros de água e são construídas perto da casa das famílias. A cisterna enxurrada deve ser instalada no caminho por onde passa a enxurrada, enquanto a calçadão é um pouco maior para captar água em áreas em declive.

Hoje (12), será dado o passo inicial para a execução do projeto nos 120 municípios que serão atendidos. Um termo de parceria entre a FBB e a Articulação Semiárido Brasileiro (ASA) será assinado durante evento na cidade de Gravatá (PE). Após a assinatura, haverá encontro com as entidades executoras para planejamento das ações de implantação das cisternas até o final deste ano. O trabalho de monitoramento e planejamento das ações, objeto do termo de parceria, irá receber o investimento de R$ 4,3 milhões da FBB.

Antes da instalação do reservatório, as famílias irão passar por capacitação para obterem maior rendimento da água das cisternas para a produção de alimentos e a criação de pequenos animais. A identificação, mobilização e capacitação dos beneficiados, assim como a construção dos reservatórios e a assessoria técnica para os produtores ficarão sob a responsabilidade das entidades que foram habilitadas no edital do projeto lançado pela FBB em outubro do ano passado.

A parceria para a reaplicação das tecnologias sociais cisterna calçadão e cisterna de enxurrada faz parte do Programa Água para Todos do Governo Federal.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.