• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Ameaça » Suposta ameaça motivou adolescente a atirar em outro, no Caseb

Correio Braziliense

Publicação: 02/03/2014 10:14 Atualização:

O crime ocorreu após a dupla se desentender na porta do colégio. Foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press
O crime ocorreu após a dupla se desentender na porta do colégio. Foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press
Uma suposta tentativa de assalto seguida de uma ameaça de morte. Essa teria sido a motivação para um jovem de 16 anos atirar contra um estudante de 14 anos do Caseb, na 909 Sul. O crime ocorreu após a dupla se desentender na porta do colégio. Segundo o depoimento do atirador à polícia, um dia antes da confusão, a vítima o intimidou com uma faca na tentativa de roubar o par de tênis que vestia. Depois de colocar a arma próximo ao pescoço do agressor, o garoto debochou dele. A cena teria sido presenciada por muitos estudantes, o que fez o jovem sentir-se “humilhado”.

A tentativa de homicídio contra João* ocorreu por volta das 14h, horário de saída dos alunos do colégio. Pablo* acabou apreendido no fim da tarde de ontem por agentes da Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA), em São Sebastião. Em depoimento, o menino disse ter sido ameaçado de morte no último dia 27, motivo pelo qual ficou transtornado. No dia seguinte ao desentendimento, saiu de casa por volta das 11h30 armado com um revólver .38 e acompanhado de um amigo. Ao chegar ao Caseb, a dupla se deparou com o rival, que estava com a mão na cintura.

Pablo disse ter atirado duas vezes contra João após a vítima demonstrar intenção de matá-lo. “O rapaz disse que, ao vê-lo, a vítima partiu para cima. Já o colega dele afirmou que o jovem correu, mas, tirando essa contradição, os depoimentos são harmoniosos”, disse o delegado de plantão da DCA, André Victor do Espírito Santo. Pablo relatou ter comprado o revólver aos 14 anos na Feira do Rolo de Ceilândia por R$ 1,5 mil. Segundo ele, a intenção era defender a família de bandidos, em razão de morar em um bairro violento de São Sebastião.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.