• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Capital federal » Folia começa hoje no DF com blocos, desfiles no sambódromo e shows no Gran Folia Os integrantes do Asé Dudu, do Mamãe Taguá e do Galinho de Brasília desfilam hoje, a partir das 16h

Correio Braziliense

Publicação: 01/03/2014 10:27 Atualização:

Representantes de 25 países caíram no samba no evento Grito Internacional de Carnaval, na Embaixada da Nigéria. Foto: Janine Moraes/CB/D.A Pres (Janine Moraes/CB/D.A Pres)
Representantes de 25 países caíram no samba no evento Grito Internacional de Carnaval, na Embaixada da Nigéria. Foto: Janine Moraes/CB/D.A Pres
Já é carnaval no Distrito Federal, e a cidade se vestiu a caráter para a ocasião. As estruturas estão prontas para receber os foliões, seja na Passarela da Alegria, no Gran Folia, seja nas ruas das regiões administrativas. Há blocos tradicionais, não tradicionais, escolas de samba e outras festas. Só não cai na folia quem não quiser.

Os integrantes do Asé Dudu, do Mamãe Taguá e do Galinho de Brasília desfilam hoje, a partir das 16h. Os dois primeiros, na Praça do DI, em Taguatinga, e o último, no Setor de Autarquias Sul. Os três fazem parte dos oito blocos tradicionais da cidade e voltam a se apresentar amanhã e na segunda-feira, no mesmo local e no mesmo horário. Entre os temas apresentados em 2014, estão: a afrobrasilidade e a Copa do Mundo no Brasil.

A programação dos blocos ocorre também no Gran Folia, na Esplanada dos Ministérios, com apresentações de palco. É a partir das 17h. Estarão presentes: Banda da Baratinha; Banda Bem Brasil, do Pacotão; Orquestra Popular Menino de Ceilândia; Banda da Baratona; e a Batucada dos Raparigueiros — que ontem animou o carnaval das embaixadas (veja matéria ao lado). Às 23h, o Galinho de Brasília invade o espaço e, em seguida, estão previstas apresentações de grupos musicais locais. O Menino de Ceilândia, em especial, tem ainda performances fora do Gran Folia. Às 22h, a orquestra popular e o balé popular, ambos ligados ao bloco, sobem ao palco montado na CNM 1, em Ceilândia.

Blocos mais jovens também vão desfilar pelas regiões administrativas. É o caso do Chame sua Mãe, às 11h, com concentração na Avenida Castanheiras, em Águas Claras, e do Babydoll de Nylon, que, às 15h, sai do balão da 201 Sul. Esse último foi fundado em 2011 e leva o nome de um dos sucessos de Robertinho do Recife.

O abre-alas na Passarela da Alegria, montada, pelo segundo ano consecutivo no estacionamento do Ginásio Nilson Nelson, ficará por conta dos Blocos de Enredo. Até o fim do carnaval, 21 agremiações darão o ar da graça. Mas, hoje, apenas cinco passarão pela avenida, com apresentações de 40 minutos cada uma. A estreante Coruja Serrana, de Sobradinho 2, será a primeira. Em seguida, abrilhantam a festa a Unidos de Vicente Pires; o Projeto Colibri, de São Sebastião; a Riacho Fundo 2; e a Mocidade de Valparaíso.

Nos clubes, o carnaval não passará em branco. Em dois deles, pelo menos, há feijoadas previstas. Trata-se do Cota Mil e da AABB, ambos no Setor de Clubes Sul. As duas festas acontecem, paralelamente, ao meio-dia. Na primeira, Washington Aguiar e a Banda Made in Brasília embalam a folia. Na segunda, a música fica por conta do grupo Adora Roda e da Bateria da Acadêmicos da Asa Norte.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.