• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Direitos Humanos » SDH incentiva denúncias de violência contra crianças e adolescentes

Agência Brasil

Publicação: 26/02/2014 21:30 Atualização:

Brasília - A cantora Fafá de Belém e a ministra Maria do Rosário, iniciam a Operação Carnaval do Disque 100. A ministra acompanhou o trabalho das equipes da central

A Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República lançou hoje (26) campanha de incentivo a denúncias de violência contra crianças e adolescentes no carnaval. Os casos de abuso deverão ser comunicados ao Disque 100. Usando os mascotes já tradicionais do serviço, que foram apenas adaptados para o período de carnaval, a secretaria busca alertar a sociedade para a necessidade de proteção dos menores de idade.

“Precisamos que a sociedade compre a briga da criança em todos os lugares do Brasil. O Disque 100 estará aqui também, 24 horas por dia, todos os dias do carnaval, assim como no ano inteiro, sete dias por semana”, disse a ministra de Direitos Humanos, Maria do Rosário.

Discando 100, qualquer pessoa no Brasil pode denunciar casos de maus-tratos ou violência sexual contra crianças e adolescentes. No atendimento, são solicitados dados sobre a ocorrência, mas o denunciante não precisa se identificar. Os dados são passados para os conselhos tutelares e órgãos de segurança pública dos locais de ocorrência dos abusos. O denunciante também pode acompanhar o andamento da ocorrência pelo Disque 100.

Além de veiculação da campanha na televisão, material informativo em quatro idiomas (português, inglês, francês e espanhol) será distribuído em pontos de grande fluxo de pessoas, como rodoviárias, aeroportos e hotéis, além dos circuitos de carnaval, como blocos, sambódromos e camarotes. A campanha terá foco mais intenso nas cidades de Salvador, do Rio de Janeiro, de Brasília, Porto Alegre e São Paulo.

Maria do Rosário explicou que a maior demanda do serviço é nessas localidades. “Foi dessas cidades que mais recebemos denúncias no Disque 100. Então, o serviço funciona como um grande termômetro de política pública no Brasil”. No ano passado, o serviço recebeu 124.079 denúncias. Do estado de São Paulo veio o maior número de ligações, 17.990. No Rio de Janeiro, o Disque 100 recebeu 15.635 denúncias.

A Secretaria de Direitos Humanos conta ainda com dois padrinhos para a campanha, a cantora Fafá de Belém e o ator Marcos Frota. Ambos foram à central de atendimento do serviço. Cada um atendeu uma ligação. “Na dúvida, denuncie. É mais fácil pedir desculpa a um adulto por um mal-entendido do que a uma criança, que terá sua infância e o resto da vida abortados naquele momento em que não agimos”, ressaltou a cantora.

O ministro do Turismo, Gastão Vieira, e o presidente do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), Flávio Dino, estiveram no lançamento da campanha. Dino explicou que o Disque 100 é divulgado internacionalmente, nos 15 países que mais enviam turistas ao Brasil. Ele explicou também que a Embratur estará presente em uma feira internacional de turismo, em Portugal, no mês de março. Lá, o instituto também fará a divulgação do serviço de denúncia de casos de violência contra crianças e adolescentes.

Durante a Copa do Mundo, a ser disputada em junho e julho no Brasil, informou Maria do Rosário, cada uma das 12 cidades-sede terá uma central de proteção à criança. De forma complementar, um aplicativo para celular foi disponibilizado. Nele, a pessoa pode saber quais são as delegacias e conselhos tutelares mais próximos para o caso de fazer uma denúncia.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.