• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Justiça » Ator preso por engano no Rio de Janeiro deve ser solto nesta quarta Vinícius Romão de Souza foi confundido como ladrão por uma mulher

Publicação: 26/02/2014 11:55 Atualização:

Preso há 16 dias, o ator e vendedor Vinícius Romão de Souza, de 26 anos, deve ser solto nesta quarta-feira (26/2). Ele havia sido acusado de roubo por uma mulher, mas a vítima afirmou em novo depoimento, dias depois, ter se enganado durante o reconhecimento dele como suposto ladrão, já que teria as mesmas características do bandido: negro e com cabelo no estilo black power.

A decisão foi tomada pela 33ª Vara Criminal após o delegado Niandro Lima, titular da 25ª DP (Engenho Novo), pedir um habeas corpus. Vinícius está preso na Cadeia Pública Juíza de Direito Patrícia Acioli, em São Gonçalo, na Região Metropolitana. Lima disse que a vítima, a copeira Dalva Moreira da Costa, foi ouvida novamente, nessa terça-feira (25/2) e alegou ter se confundido.

A Corregedoria Interna da Polícia Civil (Coinpol) vai apurar se houve irregularidades na prisão de Vinícius Romão. Em nota, a Polícia Civil do Rio afirmou que uma investigação preliminar deve avaliar a conduta do policial civil Waldemiro Antunes de Freitas Junior, lotado na 11ª DP (Rocinha), que fez a abordagem do ator e apresentou a ocorrência à delegacia, e do delegado de plantão William Lourenço Bezerra, responsável pelo flagrante.

Entenda
Vinícius Romão de Souza deixava a loja em que trabalha, no dia 11, quando foi abordado por dois policiais, na Rua Amaro Cavalcante, no Méier. Durante a ação policial, o ator foi obrigado a se deitar de bruços no chão e, em seguida, foi levado à 25ª DP. Depois do reconhecimento da vítima, que teve a bolsa roubada, Vinícius acabou preso.

A defesa de Vinicius alegou que vídeos de segurança do hospital e de prédios vizinhos mostram que o verdadeiro bandido, que também era negro, vestia apenas uma bermuda, enquanto Vinícius estava com uma calça e uma camisa pretas. A prisão do rapaz repercutiu na internet. Amigos chegaram a fazer campanha em redes sociais pedindo que ele fosse solto, alegando que o ator teria sido vítima de preconceito.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.