Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Senado » Valadares alerta para o risco de empreendimentos que reduzam a vasão do S. Francisco

Agência Senado

Publicação: 25/02/2014 20:15 Atualização:

O senador Antonio Carlos Valadares (PSB-SE) voltou a manifestar preocupação com o Rio São Francisco, salientando que o rio tem especial importância para as comunidades ribeirinhas, que dele dependem “praticamente para tudo”.

Valadares disse que é preciso discutir, de forma urgente, as consequências de empreendimentos que afetam o volume de água do São Francisco. O senador alertou para o fato de que a pesca, a irrigação, o transporte e o turismo ficam comprometidos quando a vazão do rio é reduzida. Ele reconheceu a importância das hidrelétricas ao longo do rio, mas chamou a atenção para o risco de essas obras comprometerem a sobrevivência do rio.

"É claro que a geração de energia elétrica pelas usinas instaladas no São Francisco é importante para o Nordeste e para o Brasil. Mas ela não pode ser feita em detrimento da cadeia produtiva das comunidades ribeirinhas, que tiram seu sustento das águas do Velho Chico", declarou.

Com a vazão baixa, disse o senador, toda a cadeia produtiva às margens do rio fica afetada. Ele lembrou que, apenas em Sergipe, 125 mil famílias tiram seu sustento do São Francisco. Valadares ainda defendeu a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 27/2001, de sua autoria, que cria o Fundo de Revitalização do Rio São Francisco e está parada na Câmara dos Deputados há 12 anos.

Carnalita

O senador voltou a destacar a importância da carnalita para a economia de seu estado. A carnalita, minério do qual se extrai o potássio, utilizado para fertilizantes agrícolas, é uma importante fonte de riqueza para o município onde estejam localizadas as jazidas. Por isso, a exploração desse mineral, pela Companhia Vale do Rio Doce, é objeto de disputa entre duas cidades de Sergipe: Capela e Japaratuba.

Valadares informou que o governo do estado vai realizar uma reunião com os representantes dos municípios, com o objetivo de buscar uma saída para uma divisão justa e correta do ICMS resultante da exploração do minério. Segundo o senador, Sergipe vai se tornar, em breve, uma referência na produção de fertilizantes.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »