• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Transporte público » Capital tem 47% das viagens de ônibus no segundo dia de greve dos rodoviários As informações são da BHTrans. As estações Barreiro, Diamante, Venda Nova e Vilarinho - as mais afetadas pela paralisação - continuam fechadas, mas outras linhas estão circulando parcialmente

Luana Cruz -

Publicação: 25/02/2014 10:18 Atualização:

Estação Diamante, no Barreiro, amanheceu fechada pelo segundo dia foto: Edesio Ferreira/EM DA Press (Edesio Ferreira/EM DA Press)
Estação Diamante, no Barreiro, amanheceu fechada pelo segundo dia foto: Edesio Ferreira/EM DA Press

Os ônibus estão rodando em Belo Horizonte em menor quantidade e passageiros contam com 47% das viagens programadas nos sistema de transporte público da capital, conforme informou a BHTrans no boletim de 9h. Hoje é o segundo dia de greve de rodoviários e as estações Barreiro, Diamante, Venda Nova e Vilarinho, as mais afetadas pela paralisação, continuam fechadas.

De acordo com a BHTrans, 30% das linhas do sistema operam normalmente, outros 34% de linhas circulam parcialmente e 36% estão com operação precária. A Estação São Gabriel, que amanheceu com apenas 61% de ônibus circulando, já está com movimento normal. A Estação José Cândido, na região Leste, também opera com 100% de veículos e viagens.

Uma audiência de conciliação entre trabalhadores e empresas de transporte está marcada para acontecer às 16h30 de hoje no Tribunal Regional do Trabalho. Na tarde de segunda-feira, uma reunião entre os dois lados aconteceu na sede do Ministério Público do Trabalho (MPT), no Bairro Funcionários, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte, e terminou sem acordo. A categoria reivindica reajuste salarial de 21,5%, jornada de trabalho de seis horas, ticket de alimentação com 30 folhas no valor de R$ 15 e piso salarial com valor 30% acima do motorista do transporte convencional para os condutores do BRT/Move.

Nesta terça-feira, a Polícia Militar registrou casos de vandalismo com depredação de veículos das linhas 901, 9202 e 9407 na região leste. O trânsito também ficou complicado por causa do elevado número de carros que foram para as ruas em decorrência da falta de coletivos.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.