• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Grande festa » Ouro Preto espera 75 mil turistas durante o carnaval A prefeitura da cidade histórica investiu R$ 2 milhões para promover a festa

Marta Vieira - Estado de Minas

Publicação: 14/02/2014 10:39 Atualização:

Rei dos tradicionais cortejos que sobem e descem as ladeiras históricas da Praça Tiradentes ao Bairro Antônio Dias, Zé Pereira se aposentou dos carnavais de Ouro Preto. O boneco original de dois metros de altura moldado em papel machê, que dá nome ao bloco carnavalesco mais antigo em atividade no município, será substituído por uma réplica de isopor e fibra de vidro. O novo catitão tem metade do peso (60kg) da matriz, que se apresentava desde a década de 1950, e agora terá um merecido descanso em exposição permanente no Clube dos Lacaios.

O novo Zé Pereira abre o carnaval de Ouro Preto neste domingo, às 20h, saindo da sede do bloco, acompanhado dos outros oito bonecos, para um percurso de uma hora e meia. Recuperados dos estragos provocados pelo tempo e o uso em tantos carnavais os bonecos originais Zé Pereira, Baiana e Benedito serão preservados como parte da cultura e da história da cidade histórica, informou Salvador Gentil dos Santos, presidente do Zé Pereira – Clube dos Lacaios, que completou 146 anos na ativa. A abertura oficial do carnaval de Ouro Preto será às 20h do dia 27, com a coroação do Rei Momo e da Rainha na Praça Tiradentes. A festa começa às 17h, com o desfile do bloco Os Conspirados. Até a noite da quarta-feira de cinzas, nove escolas de samba, 26 blocos caricatos e bandas vão se revezar em seis palcos montados pela cidade, dois a mais em relação à estrutura do ano passado.

Segundo o secretário de Turismo, Indústria e Comércio de Ouro Preto, Jarbas Avellar, a expectativa é de que pelo menos 75 mil pessoas curtam o carnaval na cidade, maior público esperado desde 2011, e que tem crescido ao ritmo de 20 mil foliões por ano. A prefeitura investiu R$ 2 milhões para promover a festa e garante que o esforço de R$ 800 mil a mais que os recursos aplicados em 2013 teve o intuito de garantir a tradição das marchinhas e do samba. A prefeitura informa que vai reforçar a segurança com efetivo extra de 150 PMs, 20 militares do Corpo de Bombeiros, quatro delegados e investigadores da Polícia Civil e 100 seguranças contratados para acompanhar os blocos.


 

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.