Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Possível acidente » Menino de 12 anos que soltava pipa morre após cair de cabeça em piscina vazia na Grande BH De acordo com a PM, a suspeita é de que o garoto brincava na laje de um galpão. Queda foi de 6 metros

Thiago Lemos - Portal Uai

Publicação: 14/02/2014 08:19 Atualização:

Um menino de 12 anos morreu, na noite dessa quinta-feira, ao cair de cabeça numa piscina praticamente vazia de uma casa no Bairro São Sebastião, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. De acordo com a Polícia Militar, a suspeita é de que a vítima estava na laje de um galpão soltando pipa, quando se desequilibrou e despencou de uma altura de seis metros caindo no quintal do imóvel vizinho.

Na hora do acidente, segundo a PM, não havia ninguém dentro da casa. A tragédia foi descoberta por volta das 19h quando os moradores chegaram no imóvel e viram no quintal Juan Pablo Jesus Almeida já sem vida e com a cabeça bastante ferida. Ainda de acordo com a polícia, a piscina estava com aproximadamente um palmo de água.

Os militares localizaram os pais do garoto, que moram perto do local do acidente, e eles disseram que era comum o menino soltar pipa na região. No entanto, eles alegaram que Juan nunca tinha ido até a Rua João Ferreira Gomes, onde ele acabou morrendo.

Ainda segundo levantamentos feitos pela PM no local, a suspeita de que o menino estava acompanhado de amigos quando soltava pipa. No entanto, as possíveis testemunhas não teriam avisado a ninguém sobre o acidente. Os policiais acreditam ainda que Juan possa ter escalado o muro da casa de onde caiu para chegar até a laje do galpão.

Confusão

Durante a ocorrência, o pai de Juan tentou furar o isolamento da cena do acidente para ver o filho. No entanto, os militares impediram a entrada dele no local para não atrapalhar o trabalho da perícia. Ao ser barrado, o homem avançou sobre os PMs e acabou sendo imobilizado e retirado à força do local.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »