Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Investigação » Acusado de acender rojão que matou cinegrafista coloca a culpa no amigo Os dois acusados pela morte de Santiago estão presos no complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, na zona oeste do Rio de Janeiro

Correio Braziliense

Publicação: 13/02/2014 19:15 Atualização:

Em depoimento nesta quinta-feira (13/2), Caio Silva de Souza disse que foi Fábio Raposo o responsável por acender o rojão que tirou a vida do cinegrafista da TV Bandeirantes Santiago Andrade. As informações são do jornal Extra, que teve acesso ao documento. No dia da prisão, na Bahia, Caio confessou a repórter da TV Globo que ele teria acendido o artefato.

O advogado da dupla, Jonas Tadeu Nunes não acompanhou o depoimento, mas afirmou que deixará o caso se os clientes divergirem nas versões do crime. Para Nunes, os dois agiram juntos e devem responder juntos ao processo.

Os dois acusados pela morte de Santiago estão presos no complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, na zona oeste do Rio de Janeiro.
Tags:

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »