Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Alegação » Advogado de defesa diz que jovem que soltou rojão foi aliciado Caio Silva de Souza foi preso em Feira de Santana, na Bahia, nesta quarta-feira

Correio Braziliense

Publicação: 12/02/2014 09:19 Atualização:

O suspeito chegou no Rio de Janeiro na manhã desta quarta-feira
O suspeito chegou no Rio de Janeiro na manhã desta quarta-feira

O advogado de Caio Silva de Souza, de 23 anos, suspeito de soltar o rojão que matou o cinegrafista Santiago Ilídio Andrade, afirmou em entrevista à Tv Globo que o jovem foi manipulado, contudo, o defensor Jonas Tadeu não citou nomes. "Aquele rojão foi entregue indiretamente por quem manipula esses garotos", disse.

Caio Silva de Souza foi preso em Feira de Santana, na Bahia, por policiais da Delegacia de São Cristóvão, que investiga o caso. Ele estava em uma pousada da cidade baiana e não reagiu à prisão. Um mandado de prisão havia sido expedido na última segunda-feira (10) pela Justiça fluminense, pelo crime de homicídio doloso qualificado por uso de explosivo.

Os policiais buscavam Caio desde ontem. Durante as buscas dessa terça-feira, ele não foi encontrado em sua casa na Baixada Fluminense. Caio Souza foi apontado pelo tatuador Fábio Raposo como o responsável por acender o artefato que provocou a morte do cinegrafista. Raposo está preso e confessou ter entregado o explosivo.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »