Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Velório » Corpo de cinegrafista será velado e cremado nesta quinta, no Rio de Janeiro A cerimônia de despedida ficará reservada apenas aos parentes e amigos

Renata Mariz - Correio Braziliense

Publicação: 12/02/2014 08:01 Atualização:

O profissional foi atingido por um rojão enquanto fazia a cobertura de uma manifestação no Rio foto: Reprodução/Facebook	 (Reprodução/Facebook)
O profissional foi atingido por um rojão enquanto fazia a cobertura de uma manifestação no Rio foto: Reprodução/Facebook

O corpo do cinegrafista Santiago de Andrade, que morreu depois de ser atingido por um rojão durante um protesto no Rio de Janeiro, enquanto trabalhava, será velado e cremado nesta quinta-feira (13/2), no Memorial do Carmo, Zona Portuária da capital fluminense. O fígado e os rins da vítima já foram transplantados, segundo informou a Secretaria Estadual de Saúde do Rio. As duas córneas foram incluídas no banco de olhos e em breve estarão disponíveis para pacientes em fila de espera. O sigilo determinado pela legislação, esclarece a pasta, impede que mais detalhes sobre os receptores sejam divulgados.

A Secretaria Municipal de Saúde informou também que, a pedido da família, mais nenhuma informação sobre Santiago Andrade será divulgada. Dados da pasta mostram que, em 2013, pouco mais de 50% dos parentes de pacientes com morte encefálica tiveram o mesmo gesto dos familiares do cinegrafista. Praticamente metade deles não autorizou a doação. Entre os motivos mais comuns estão, ainda de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, a falta de consenso entre os parentes e a falta de compreensão de que a morte cerebral é um diagnóstico irreversível.

De acordo com informações divulgadas pela família de Santiago, haverá um velório aberto amanhã, das 7h às 11h. Depois disso, a cerimônia de despedida do cinegrafista ficará reservada apenas aos parentes e amigos. Santiago foi atingido na cabeça pelo artefato explosivo quando registrava o protesto na Central do Brasil, Centro do Rio. O ferimento causou um afundamento no crânio do cinegrafista. Ele foi submetido a uma cirurgia no Hospital Souza Aguiar e permaneceu em coma induzido. Na manhã de ontem, a equipe médica diagnosticou a morte de Santiago.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »