• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Progresso das cidades » Unicef aponta BH como uma das melhores cidades para crianças e adolescentes Capital é primeiro lugar em ranking que avalia o progresso das cidades na criação de um ambiente adequado para a faixa etária

Estado de Minas

Publicação: 05/02/2014 11:22 Atualização:

O levantamento, denominado Index of Urban Child Development (UKID) - Índice de Desenvolvimento de Crianças em Espaços Urbanos, foi realizado em parceria com a Global City Indicators Facility e avaliou sete cidades de países da África, da Ásia e da América Latina foto: Reprodução www.u-kid.org) (Reprodução www.u-kid.org)
O levantamento, denominado Index of Urban Child Development (UKID) - Índice de Desenvolvimento de Crianças em Espaços Urbanos, foi realizado em parceria com a Global City Indicators Facility e avaliou sete cidades de países da África, da Ásia e da América Latina foto: Reprodução www.u-kid.org)

Belo Horizonte ficou em primeiro lugar no ranking de um estudo realizado pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) que avalia o progresso das cidades na criação de um ambiente adequado para crianças e adolescentes. O levantamento, denominado Index of Urban Child Development (UKID) - Índice de Desenvolvimento de Crianças em Espaços Urbanos, foi realizado em parceria com a Global City Indicators Facility e avaliou sete cidades de países da África, da Ásia e da América Latina, com o objetivo de identificar os desafios para crianças e jovens no mundo em crescente urbanização. Nessa primeira etapa, considerada piloto, a capital mineira ficou à frente de Bogotá (Colômbia), Buenos Aires (Argentina), São Paulo (Brasil), Amman (Jordânia), Makati (Filipinas) e Durban (África do Sul).

Entre as cidades selecionadas para o piloto, Belo Horizonte obteve a melhor pontuação (0,7181). A capital obteve destaque no quesito saúde de qualidade nos primeiros anos da vida de uma criança e também obteve avaliação relevante nos quesitos água e saneamento básico, educação e igualdade social.

O índice aponta políticas adotadas por cidades para proporcionar oportunidades para estas crianças e jovens relativas à vida escolar, identifica prioridades globais para atingir os direitos humanos, reduzindo desigualdades e fazendo intervenções na vida destas crianças e jovens. Em BH, por exemplo, cerca de 30% do orçamento municipal é investido em ações voltadas para as crianças e adolescentes na capital.

O UKID é composto por dados a partir de um número de indicadores padronizados que avaliam o desenvolvimento por meio de quatro principais categorias: bom começo de vida (saúde de qualidade e saneamento básico); proteção contra perigos (segurança e emergência, preparação); educação e conhecimento; e padrão de vida (igualdade social, conectividade, qualidade de vida). A publicação completa do UKID está disponível no site www.u-kid.org.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.