• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Minas Gerais » Corpo de padre Libânio chega nesta sexta-feira a Belo Horizonte onde será velado No sábado, corpo será levado para a Paróquia de Nossa Senhora de Lourdes, em Vespasiano, onde o jesuíta foi pároco para mais de 30 anos

Estado de Minas

Publicação: 31/01/2014 10:27 Atualização: 31/01/2014 11:32

Foto: Beto Novaes/EM/D.A. Press
Foto: Beto Novaes/EM/D.A. Press

O Brasil perdeu nessa quinta-feira um dos seus mais brilhantes pensadores católicos, intelectual respeitado, teólogo autor de mais de 100 livros e homem reconhecido pela humildade. Morreu de enfarte aos 81 anos em Curitiba (PR), onde ministrava um curso no Colégio Sion, o padre João Batista Libânio, nascido em Belo Horizonte e professor da Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia (Faje), no Bairro Planalto, na Região Norte da capital. O sepultamento será amanhã, às 17h, no Cemitério Bosque da Esperança, na mesma região. Jesuíta, assim como o papa Francisco, Libânio foi um dos precursores da teologia da libertação que marcou uma opção preferencial, de um segmento da Igreja, pelos pobres.

Em nota, o arcebispo metropolitano de BH, dom Walmor Oliveira de Azevedo, disse que “o retorno de padre Libânio à casa do Pai enche nossos corações de consternação. Reconhecemos, agradecidos, sua presença entre nós, sua amizade e seu rico trabalho dedicado à Igreja. Saudosos, agradecemos a Deus pelo dom da convivência com ele. Ficará para sempre o legado desse teólogo, sacerdote, amigo, servidor do povo de Deus”.

O coordenador do departamento de pós-graduação da Faje, padre Geraldo de Mori, destacou a “formação extraordinária” e a inteligência do padre jesuíta, que falava várias línguas, fez doutorado em Roma, tinha grande proximidade com todos e se aprofundava nos temas sobre a América Latina. “Era um homem de grande conhecimento, humilde e aberto às grandes questões”, disse padre Geraldo.

O corpo de padre Libânio deve chegar hoje a BH, por volta das 10h30, seguindo para a Faje, no Bairro Planalto, onde será velado no auditório dom Luciano Mendes de Almeida. Às 11h30 haverá o Ofício dos Defuntos e, às 21h, o Ofício da Noite, com testemunho dos amigos. Amanhã, às 8h, dom Walmor vai celebrar missa de exéquias e, em seguida, o corpo será levado para a Paróquia de Nossa Senhora de Lourdes, em Vespasiano, onde o jesuíta foi pároco para mais de 30 anos.

 

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.