• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Universidades Públicas » Universidades públicas podem ter desconto de 50% na conta de luz

Agência Senado

Publicação: 30/01/2014 21:47 Atualização:

A tarifa de energia elétrica paga pelas universidades públicas pode ser reduzida pela metade, conforme projeto do senador Sérgio Souza (PMDB-PR) em análise na Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE). A proposta (PLS 166/2013) tem o voto favorável do relator, senador João Capiberibe (PSB-AP).

Sérgio Souza argumenta que a redução das despesas das universidades públicas, decorrente do desconto na tarifa de energia elétrica, resultará em mais recursos para investimentos nas atividades de ensino e pesquisa.

Conforme observa, o subsídio será relevante para as instituições federais de ensino superior, mas de pequeno impacto para os cofres públicos, uma vez que o consumo de energia nas universidades é pequeno frente ao consumo nacional.

Sérgio Souza propõe modificar a Lei 10.438/2002, que trata da Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), para determinar que sejam destinados recursos para a educação superior pública de forma a compensar desconto de 50% nas tarifas de fornecimento de energia elétrica.

Ao concordar com o subsídio às universidades públicas, João Capiberibe ressalta o papel dessas instituições na pesquisa científica desenvolvida no país. O senador apresentou relatório mantendo o percentual de desconto proposto por Sérgio Souza, mas excluiu duas modificações sugeridas pelo autor, que já foram incorporadas à Lei 10.438/2002 por meio de medida provisória aprovada após a apresentação do projeto de lei.

Depois da deliberação da CE, a matéria será analisada pelas comissões de Assuntos Econômicos (CAE) e de Serviços de Infraestrutura (CI).

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.