• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Rio de Janeiro » Justiça do Rio autoriza destruição de 17 toneladas de entorpecentes

Agência Brasil

Publicação: 30/01/2014 20:11 Atualização:

O Conselho da Magistratura do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro autorizou hoje (30), por decisão unânime, a incineração de cerca de 17 toneladas de substâncias entorpecentes que estão acumuladas na sede do Instituto de Criminalística Carlos Éboli e em seus postos regionais.

A medida condiciona a destruição do material à guarda de amostras identificadas de cada um dos lotes incinerados, para que possam, eventualmente, ser objeto de prova em processo ou inquérito policial.

A chefe da Polícia Civil, delegada Marta Rocha, requisitou a incineração, em razão da preocupação com o fato de o material entorpecente apreendido estar armazenado em condições inadequadas nos órgãos de polícia técnica.

De acordo com a decisão, a análise da documentação reunida no processo demonstra "de forma irrefutável a precariedade das condições de armazenamento, bem como a condição insalubre nas dependências dos órgãos técnicos, gerando dano concreto à saúde dos servidores, além do iminente risco de invasões dos locais por bandidos dispostos a resgatar o material".

O Conselho da Magistratura também destaca que a questão das drogas ilícitas exige atuação firme do Poder Público, não apenas com ações concretas que evitem ou reduzam o acesso da população a essas substâncias, como também pelo estabelecimento de rotinas que promovam a rápida destruição de todo e qualquer material entorpecente apreendido.

Caberá à chefia de Polícia Civil, no prazo de 30 dias, a contar da publicação do acórdão, agendar a data para a incineração, com a presença das autoridades envolvidas, a ser feita em forno de empresa de grande porte como a Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), de Volta Redonda, ficando a polícia responsável pela segurança e pelo transporte do material.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.