Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Saúde » Médicos do IML de Minas Gerais lançam Atlas de Medicina Legal

Estado de Minas

Publicação: 30/01/2014 15:04 Atualização:

A carência de bibliografias com temas atualizados sobre o desenvolvimento do trabalho da Medicina Legal motivou os médicos-legistas do Instituto Médico Legal de Minas Gerais (IML), Luiz Eduardo Toledo Avelar, Leonardo Santos Bordoni e Marcelo Mari de Castro, a elaborarem o Atlas de Medicina Legal. O livro, com mais de 1.500 fotografias e 400 páginas, tem como objetivo facilitar o entendimento de especialistas da área criminal, apresentando imagens reais dos casos.

A obra já está servindo de referência para especialistas e profissionais dos institutos de outros estados brasileiros. De acordo com Luiz Eduardo Avelar, médicos-legistas, acadêmicos das áreas médicas, paramédicas e jurídicas, peritos criminais e advogados, estão utilizando o atlas para se embasar em informações que apresentam uma visão real das diversas situações da especialidade. “São imagens colhidas durante vários anos de trabalho dos autores e dos colaboradores”, explica.

Odontologistas, biólogos, radiologistas, dentre outros especialistas, foram convidados a contribuir com experiências, sendo vários dos temas apresentados inéditos. Um deles é a necropsia virtual, assunto que até então não era encontrado na literatura mundial. “A especialista fez a análise tomográfica de casos de violência que resultavam em óbito, o que possibilita um comparativo com o exame de necropsia”, ressalta Avelar.

Outro tema em destaque é o de Entomologia. No capítulo referente, o biólogo responsável pela publicação também colocou no papel sua experiência em casos de insetos encontrados em cadáveres. Segundo Luiz Eduardo Avelar, é possível ter uma ideia do tempo de decomposição, com base na relação de insetos encontrados em um corpo. O atlas expõe ainda fotos de lesões provocadas por perfurações, traumas e por diferentes tipos de crimes, como estupro, dentre outros.
Tags:

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »