• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Desastre » Acionamento involuntário deve ter sido a causa do acidente na Linha Amarela Em depoimento, motorista de caminhão reconheceu que não deveria usar avia no meio da manhã e disse que não viu a caçamba erguida

Correio Braziliense

Publicação: 29/01/2014 08:10 Atualização:

Um dos mortos era o motorista deste táxi, atingido em cheio pela passarela foto: Ricardo Moraes/Reuters (Ricardo Moraes/Reuters)
Um dos mortos era o motorista deste táxi, atingido em cheio pela passarela foto: Ricardo Moraes/Reuters

Um acionamento involuntário pode ter sido a causa do grave acidente, na manhã de terça-feira (28/1), na Linha Amarela, via expressa que corta o subúrbio do Rio de Janeiro. O desastre foi provocado por um caminhão de entulho, da empresa Arco da Aliança Comércio e Serviços Ltda., que trafegava irregularmente pela via com a caçamba levantada. A peça bateu em uma passarela de travessia de pedestres, que despencou sobre a pista. Quatro pessoas morreram e cinco ficaram feridas.

Em depoimento à polícia, o motorista Luiz Fernando da Costa reconheceu que não deveria usar a via no meio da manhã, o tráfego de veículos pesados é proibido nos horários de pico, e disse não ter percebido que a caçamba tinha sido erguida. A concessionária que administra a Linha Amarela divulgou um vídeo que mostra o caminhão entrando na via expressa com a caçamba abaixada.

“Na altura de Pilares, ele não percebeu que a caçamba tinha levantado. A perícia vai nos dizer se houve algum problema mecânico. O foco da investigação é esse, saber se houve um acionamento involuntário”, comentou o delegado Fábio Asty, da 44ª Delegacia de Polícia (Inhaúma), responsável pelas investigações. O veículo trafegava a 85km/h no momento do acidente, um pouco acima do limite da faixa onde estava o caminhão, que é de 80km/h.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.