• (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Processo penal » Estudante é expulso de universidade por fraudar sistema de cotas O jovem cursava medicina na UERJ. O caso foi encaminhado ao Ministério Público e o rapaz deve responder a processo penal

Correio Braziliense

Publicação: 23/01/2014 07:56 Atualização:

Um estudante de medicina da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) fraudou o sistema de cotas para conseguir entrar no curso. O rapaz afirmou ser dependente de sua empregada doméstica no momento da inscrição para se encaixar no critério de ter renda per capita familiar de até R$ 960.

Na quarta-feira (22/1), o reitor da UERJ, Ricardo Vieralves, afirmou que o rapaz é uma jovem de classe média e foi expulso da instituição no fim do ano passado. A situação foi revelada por colegas do menino. O caso foi encaminhado ao Ministério Público e o jovem deve responder a processo penal.

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: norma silva
ESTE ESTUDANTE SÓ ESTÁ COPIANDO O QUE VER AS AUTORIDADES FAZER, SE UM JUIZ PODE FRAUDAR, POR QUE O ESTUDANTE NÃO PODE? E AS AUTORIDADES FRAUDAM TAMBÉM! ESTAMOS DE OLHO... | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.