Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Minas Gerais » Chuva em Belo Horizonte traz alívio e transtorno O Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil registraram quedas de árvores em diferentes pontos de Belo Horizonte

Pedro Ferreira -

Publicação: 18/01/2014 08:51 Atualização:

Duas árvores caíram na Rua Hoffman, no Barreiro, e uma atingiu muro de um colégio. Foto: Lahanna Lima/Divulgação
Duas árvores caíram na Rua Hoffman, no Barreiro, e uma atingiu muro de um colégio. Foto: Lahanna Lima/Divulgação

Depois de 16 dias de muito calor e estiagem, uma frente fria vinda do Oceano Atlântico, acompanhada de pancada de chuva, trouxe alívio, mas também transtorno e prejuízo para quem mora em Belo Horizonte e região metropolitana. Na Região do Barreiro e em alguns bairros da Oeste, como o Buritis, choveu 37mm em uma hora e o vento chegou a 72km/h, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia. No Barreiro, caiu granizo.

O Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil registraram quedas de árvores em diferentes pontos de Belo Horizonte. No Bairro Miramar, Região do Barreiro, duas delas caíram. A primeira atingiu o muro do Colégio Isaura Santos e a outra caiu sobre um veículo que estava estacionado. Uma mulher que estava dentro do carro ficou presa aguardando atendimento. Ela estava na direção do veículo e conseguiu pular para o banco do passageiro e saiu ilesa.

Ricardo Pereira, dono de uma oficina mecânica próxima ao local do acidente, conta que ouviu um barulho muito alto e saiu do estabelecimento para ver o que acontecia. Segundo o mecânico, um raio causou a queda das árvores. Uma viatura do Corpo de Bombeiros e outra do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) fizeram o resgate da mulher. Também houve queda de árvore na Rua Coronel Antônio Pereira de Matos, no Bairro Lindeia, no Barreiro. Em função da chuva, vários semáforos pararam de funcionar e o trânsito ficou congestionado.

Por volta das 14h de ontem, os termômetros registravam 31,2°C. A chuva começou às 15h e a temperatura baixou para 22°C às 18h, quando nesse mesmo horário do dia anterior foi de 31,9°C, segundo o Centro de Climatologia Cemig. Às 16h de quinta-feira, os belo-horizontinos enfrentaram calor de 32,9°C. A chuva deve continuar no fim de semana. A Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec), emitiu um alerta para temporais e rajadas de vento de até 60 km/h durante o período da tarde. O alerta é válido até as 8h deste sábado. Uma casa foi inundada no Bairro Cascata, em Ibirité, região metropolitana. Havia informações de que crianças estavam dentro do imóvel. Em Contagem, um bueiro entupido causou alagamento na Avenida Cardeal Eugênio Pacceli com Avenida General David Sarnoff.

PREVISÃO De acordo com o especialista do Instituto Nacional de Metereologia (Inmet) Claudemir de Azevedo, o fim de semana será de tempo instável em grande parte de Minas Gerais, com pancadas de chuva nas regiões Noroeste, Central, Oeste, Sul, Zona da Mata, Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba. Em Belo Horizonte, o calor dará uma trégua e as temperaturas podem oscilar entre 18°C e 27°C. Belo-horizontinos também devem ficar atentos para a possibilidade de granizo, por conta do tempo seco na capital. “Nesta época do verão, principalmente na Região Sudeste, com o ar mais seco e a proximidade da frente fria, favorece a condição de temporais e o granizo”, afirma o meterologista.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »