• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Rio de Janeiro » Bueiro da Light solta fumaça em Ipanema

Agência O Globo

Publicação: 15/01/2014 09:49 Atualização:

Equipes do Corpo de Bombeiros foram acionados na manhã desta quarta-feira para a Rua Visconde de Pirajá, onde um bueiro da Light soltava fumaça. Segundo a corporação, não havia fogo no local. Técnicos da concessionária estão sendo aguardados. Uma faixa está interditada na altura da Joana Angélica. O trânsito segue intenso no local. No último domingo, um incêndio em um bueiro na Visconde de Pirajá, esquina com a Rua Aníbal de Mendonça, provocou um apagão de 15 horas no bairro, no Leblon, em Copacabana e em trechos da Lagoa.

Devido ao problema, a Associação Comercial de Ipanema e do Leblon ( ACIPLE ) estipulou até o meio-dia desta quarta-feira o prazo limite de espera pela reunião com o setor jurídico da Light. Após o apagão, a empresa se antecipou e procurou a entidade na segunda-feira para combinar uma reunião de emergência para levantar e ressarcir os prejuízos causados a moradores e comerciantes. Como combinado, a empresa enviou para o bairro de Ipanema um posto móvel para receber os pedidos de moradores. Já a reunião prometida com o comércio, não foi agendada.

Segundo a Light, o apagão nos bairros foi causado por um incêndio que teria sido provocado pelo furto de cabos da rede subterrânea de Ipanema. Esse furto - de oito cabos com 50 metros cada -, segundo a empresa, teria levado a uma sobrecarga na rede elétrica provocando curto-circuito em cabos de energia de baixa tensão e o incêndio, que também atingiu os cabos de alta tensão.

O caso será investigado agora pela Divisão de Roubos e Furtos, que deverá apurar até mesmo quando ocorreu o crime, uma vez que a galeria onde aconteceu o furto não tem sensor de movimento. A 14ª DP (Leblon) onde o caso foi registrado informou que as imagens das câmeras de segurança foram recolhidas para análise.

De acordo com o delegado titular da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), Rodrigo Santoro, o registro de furto de cabos de energia é algo comum na delegacia. Até o momento, não foi identificada nenhuma quadrilha e sim pessoas que agem no oportunismo. Como nesse caso os cabos foram roubados em uma rede subterrânea, o delegado irá ouvir técnicos da Light, para saber se quem praticou o crime deveria ter conhecimentos específicos ou se funciona da mesma forma que nos postes, casos recorrentes na unidade.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.