• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Educação » Mercadante diz que decisão sobre descredenciamento da Gama Filho sai esta semana

Agência Brasil

Publicação: 13/01/2014 16:15 Atualização:

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, informou hoje (13) que até o final desta semana será tomada a decisão sobre o descredenciamento da Universidade Gama Filho, no Rio de Janeiro. A instituição passa por problemas financeiros e teve o vestibular suspenso em dezembro de 2013 pelo Ministério da Educação (MEC).

“Foi feito termo de saneamento de deficiências que não foi cumprido pela instituição, continuamos tendo atrasos de pagamentos. Já suspendemos os vestibulares. Faremos a análise final, ela [a instituição] tem direito a recurso, tem um prazo, e o prazo está se encerrando tecnicamente e a decisão jurídica e técnica será tomada”, disse o ministro ao final de entrevista coletiva para divulgar o balanço do Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

O ministro lembrou que, no caso de descredenciamento de instituições, é feita a transferência assistida dos alunos. “Fazemos uma oferta para que aqueles estudantes das respectivas instituições possam se alocar em cursos compatíveis com aqueles cursos que eles estavam fazendo.”

As polêmicas que envolvem a Gama Filho começaram em 2012, quando o MEC instaurou um processo de supervisão a partir de denúncias de irregularidades, deficiências acadêmicas e insuficiência financeira relacionadas ao início da gestão do grupo Galileo na Universidade Gama Filho.

No início de 2013, com o processo em curso e a assunção de novos controladores do Grupo Galileo, a crise nas instituições se agravou com a deflagração de greve de professores, de funcionários e de estudantes por falta de pagamento dos salários e precarização das condições de oferta em ambas instituições.

No último dia 7, estudantes da Gama Filho ocuparam o auditório MEC durante toda a tarde. No fim do dia, foram recebidos pelo ministro Aloizio Mercadante. Na ocasião, os estudantes foram informados que seria formada uma comissão para discutir a situação.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.