Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Imprudência » Taxista bêbado invade a contramão e mata motociclista O motorista seguia pela MGT-383, em São João del-Rei, quando atingiu duas motos. Ele admitiu ter bebido cerveja em um baile

Luana Cruz -

Publicação: 13/01/2014 08:40 Atualização:

Foto: Polícia Militar/Divulgação
Foto: Polícia Militar/Divulgação

Um taxista bêbado se envolveu em um acidente, no domingo, na MGT-383 que acabou com a morte de um motociclista em São João del-Rei, na Região Central de Minas Gerais. De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Militar (PM), o motorista seguia em “zigue-zague” pela rodovia, quando invadiu a contramão e bateu de frente com a moto. Ele passou pelo teste do bafômetro que apontou 1,05 miligramas de álcool por litro de ar expelido do pulmão, valor considerado crime de trânsito.

Conforme a PM, o taxista Aldair Ladeira, 47 anos, estava no Fiat Siena, placa HEF-4140, no sentido São João del-Rei /César de Pina. Na direção contrária duas motos seguiam juntas, a Honda CB 300, placa HLR-2951, e a Honda CB 500, placa GTM-6936. O carro invadiu a contramão e atingiu a CB 500, pilotada por João Paulo Gouveia do Nascimento, 22 anos, que morreu na hora. Ele foi arremessado para fora da pista e parou em um barranco. A vítima estava testando a moto porque iria comprá-la, por isso deixou a CB 300 com um conhecido que o acompanhava no momento do acidente. As duas motos caíram, mas na CB 300 os ocupantes sofreram apenas leves escoriações.

De acordo com os sobreviventes do acidente, o motorista do carro saiu do veículo cambaleando. Ele foi atendido porque machucou o rosto e, na delegacia, prestou esclarecimentos já na presença de um advogado. O taxista alegou que tentou fazer uma ultrapassagem, por isso invadiu a contramão atingindo as duas motos. Aldair assumiu que saiu de um baile onde bebeu cerveja e seguia para a casa na cidade de Prados. O carro dirigido por ele não é o veículo usado no trabalho como taxista.

Dentro do Siena, os policiais encontraram uma garrafa pet com um líquido semelhante a cachaça, mas Aldair disse que ganhou de presente e não bebeu. O taxista teve a carteira recolhida e o carro foi removido. Ele foi autuado em flagrante e levado para o Presídio Mambengo, em São João del-Rei.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »