• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Verão » Quedas de cachoeiras e afogamentos matam pelo menos quatro em Minas Forte calor que faz no estado leva população a se refrescar e, ao mesmo tempo, aumenta o números de ocorrências

Rafael Passos

Publicação: 12/01/2014 16:33 Atualização:

A imprudência de banhistas em rios, lagos, cachoeiras e piscinas continua a fazer vítimas em Minas Gerais. Neste fim de semana ensolarado e de altas temperaturas, pelos menos quatro pessoas morreram no estado.

Uma mulher morreu neste domingo, ao cair da Cachoeira Xica Dona em Rio Acima, distrito de Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte Segundo o Corpo de Bombeiros, Maria Auxiliadora Ribeiro, de 43 anos, estava no alto da cachoeira tirando fotos, escorregou e caiu de uma altura de quase 100 metros e foi parar no poço raso, na base da queda d'água.

Duas viaturas e um helicóptero foram deslocados até o local da ocorrência para tentar salvar a vítima, que chegou a ser atendida por uma equipe médica antes de falecer. Uma ocorrência semelhante com a de Rio Acima mobilizou os bombeiros em Moeda, na Região Central de Minas, onde um homem de 20 caiu da Cachoeira do Limoeiro. O jovem sofreu traumatismo craniano.

Risco de morte por afogamento é 200 vezes maior que em acidentes de trânsito Minas tem média de quatro mortes por afogamento por dia em 2014 Polícia Civil abre inquérito para apurar afogamento de criança sugada por ralo de piscina
Os bombeiros localizaram um homem de 45 anos que se afogou na Lagoa Várzea das Flores, em Betim, próxima à região conhecida como "Fazendinha", no início da tarde deste domingo. Os militares tentaram reanimá-lo, mas ele morreu por volta das 16h15.

Na mesma lagoa, o Corpo de Bombeiros tenta encontrar duas pessoas que praticavam esqui aquático. Elas se envolveram em uma batida e sumiram na água na sequência. Até o final da tarde, algumas partes dos esquis tinham sido localizadas. O acidente aconteceu perto do Bar do Branco.

No Sul de MG, o Corpo de Bombeiros, resgatou o corpo de Alisson Wentony Ribeiro de Oliveira, de 15, que nadava no Lago dos Bandeirantes, em Silvianópolis, cidade que fica a 420 km de BH.

Segundo testemunhas, no sábado, o adolescente nadava no lago quando submergiu e não retornou mais à superfície. O Corpo de Bombeiros de Pouso Alegre começou as buscas pelo garoto no mesmo dia, porém o corpo de Alisson só foi localizado por volta das 13h deste domingo. O adolescente foi em resgatado em um ponto do lago cuja profundidade chega a cerca de quatro metros, conforme os militares.

Em Carmo do Rio Claro, também no Sul do estado, Evandro Marques dos Santos, de 34, se afogou e morreu na Represa de Furnas, na região chamada de “Cana da Índia”, no início da noite de sábado. O rapaz nadava com dois amigos, de acordo com testemunhas.

Militares de Passos encontraram o corpo de Evandro na manhã deste domingo, em um ponto a 50 metros distância da margem da represa e cinco da superfície. Um homem é procurado nas proximidades da Cachoeira do Fumal, em São João Batista do Glória, no Sul de Minas.

O forte calor que atinge Minas desde o início do ano fazem o número de ocorrências de afogamento disparar no estado. Somente nos seis primeiros dias de janeiro, 22 pessoas morreram afogadas em piscinas, cachoeiras, rios e lagoas.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.