• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

São Luís do Maranhão » Conheça o herói dos ataques a ônibus que enfrentou as chamas para salvar duas crianças

O Imparcial

Publicação: 08/01/2014 09:05 Atualização:

Foto: Arquivo Pessoal/Divulgalção
Foto: Arquivo Pessoal/Divulgalção
Um homem agoniza em um dos leitos da Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Tarquínio Lopes Filho (Hospital Geral). O entregador de frangos Márcio da Cruz Nunes, de 37 anos, teve 72% do corpo queimado, durante o ataque a um ônibus da linha Vila Sarney Filho, no início da noite da última sexta-feira (3).

Márcio se encontrava no coletivo incendiado. No momento em que um dos bandidos jogou o coquetel molotov que causou o incêndio e que as chamas tomaram conta do ônibus e das vítimas que permaneciam no seu interior, Márcio não se preocupou em sair dali, e tratou, heróicamente, de resgatar a menina Ana Clara, junto a irmã Lorrane. Ele abraçou as meninas, numa tentativa desesperada de apagar com o seu corpo as chamas que consumiam o pequenino corpo daquela criança. Com isso, aquele homem teve mais de 70 % do corpo queimados.

Como as demais vítimas, ele foi socorrido e levado para o Hospital Clementino Moura, o Socorrão 2, mas a gravidade do seu estado obrigou sua transferência para a Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Tarquínio Lopes, mais conhecido como Hospital Geral, onde em meio a tanto sofrimento e dor, luta contra a morte.

Por outro lado, grande sofrimento também é dos seus familiares, que permanecem na portaria do hospital vivendo momentos angustiantes, em busca de informações sobre o estado do parente.

Márcio Nunes permanece na UTI, respirando com ajuda de aparelhos e sob ameaça de perder a vida a qualquer momento.

Novas esperanças
No início da tarde de ontem, em contato com a reportagem, o médio Luís Alfredo Soares Júnior, diretor do Hospital Geral, disse que há esperanças de que Márcio Nunes sobreviva.

Conforme o médico, o paciente continua em estado grave, porém estável e apresenta certa melhora em relação ao dia anterior (segunda-feira), havendo a probabilidade de serem iniciados os procedimentos para que seja retirado da ventilação mecânica, visto que o seu corpo está respondendo ao tratamento a que está sendo submetido. “Os exames realizados apresentaram-se normais e o paciente demonstra significativa melhora clínica. Ele continua sedado em função de estar respirando com ajuda de aparelhos, porém novo procedimentos serão adotados nas próximas horas para que a ventilação mecânica seja retirada”, assegurou o médico Luís Alfredo.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.