• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Bem estar » Especialistas recomendam cuidados com a saúde durante o verão A desidratação pode ser uma coisa perigosa, principalmente em pessoas mais idosas e mais novas

Agência Brasil

Publicação: 04/01/2014 16:25 Atualização:

Em tempo de calor intenso, com sensação térmica, em alguns dias, por volta dos 50 graus Celsius (°C), como tem feito no Rio de Janeiro, todo cuidado é pouco para evitar doenças típicas do verão. Os especialistas recomendam beber água, evitar exposição ao sol no período entre 10h e 16h, quando o sol é mais forte, e usar de protetor solar.

O vice-presidente do Conselho Regional de Medicina do Rio, Nelson Nahon, disse que o maior perigo na temporada de verão, além do excesso do sol, é a desidratação. Ele alertou para os cuidados com a alimentação. “Tem muita gente que se alimenta na rua. É preciso prestar atenção na qualidade, e, nas praias, tem que ver se os ambulantes estão com os alimentos expostos por muito tempo”, disse.

Para o médico, há muita gente que comete abusos, como é o caso das pessoas que ficam durante um período longo nas praias. “O pessoal fica, às vezes, o dia inteiro sob o sol intenso e ainda leva crianças com menos de seis meses para a praia. Isso não é indicado”, analisou.

Segundo o médico, a principal consequência da exposição excessiva ao sol é a desidratação que, dependendo da intensidade, pode provocar diarreia e vômito. “No caso mais acentuado, se a pessoa passar mal, tem que ir para um hospital e tomar soro. A desidratação pode ser uma coisa perigosa, principalmente em pessoas mais idosas e mais novas”, informou.

Nelson Nahon aconselhou que diante de vômitos e tonturas a pessoa procure uma unidade de saúde para uma consulta. “O vômito é um sinal, junto com o sol forte e a falta de hidratação. Isso é um alerta”, disse.

Para quem não tem hábito de fazer exercícios e pretende mudar de vida neste começo de ano, o cardiologista e médico da Seleção Brasileira, Serafim Borges, recomendou que o interessado comece o projeto de vida saudável ao ar livre, logo nas primeiras horas da manhã ou no fim da tarde.

“Tem que fazer exercício antes das 9h ou depois das 17h. Se não for assim é melhor deixar para começar a fazer os exercícios em outra época do ano. Lamentavelmente, muitas pessoas começam porque desejam seguir a velha história de que, quando chega o verão, é preciso fazer exercício e emagrecer, e não toma cuidado”, disse.

O médico sugeriu alimentação rica em carboidrato e livre de gordura animal, uso de roupa clara ventilada e leve; e forte hidratação. “A melhor hidratação nos 30 minutos iniciais de uma corrida ou de uma caminhada é a água. Após os 30 minutos pode ser uma água de coco sempre bem gelada”, recomendou.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.