Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Três homens desaparecidos » Nova busca por desaparecidos em aldeia no Amazonas

Estado de Minas

Publicação: 03/01/2014 07:56 Atualização:

Militares da força-tarefa enviados pela Justiça Federal ao município de Humaitá, no Amazonas, percorreram ontem a reserva indígena localizada entre os quilômetros 80 e 150 da Rodovia Transamazônica em nova tentativa de localizar os três homens desaparecidos na região há 17 dias. O grupo das forças Nacional e Federal formado por cerca de 300 homens já haviam feito operação semelhante na tarde de segunda-feira. A megaoperação não tem data para acabar e se estende à cidade de Apuí.

A decisão para que as forças federais realizem a busca foi tomada após uma onda de violência de moradores no Sul do Amazonas, que começou no dia 25, quando a sede da Fundação Nacional do Índio (Funai) e veículos foram incendiados por moradores de Humaitá. Na sexta-feira, um grupo destruiu em Apuí o local usado por índios da etnia tenharim como pedágio ilegal na Transamazônica, em área dentro da reserva indígena. Moradores suspeitam que os três desaparecidos, Aldeney Salvador (funcionário da Eletrobras), Luciano Ferreira (representante comercial) e Stef de Souza (professor em Humaitá)– tenham sido sequestrados pelos indígenas depois da morte do cacique Ivan Tenharim.

Na segunda-feira, os cerca de 150 indígenas que estavam abrigados em um batalhão do Exército em Humaitá retornaram à reserva. O grupo, a maioria mulheres e crianças da etnia tenharim, recebiam proteção no quartel depois de receberem ameaças de alguns moradores locais. Segundo a Polícia Federal de Rondônia e a Polícia Militar do Amazonas, nenhum incidente foi registrado. Os índios foram escoltados por forças federais e estaduais.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »