Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Minas Gerais » Major da PM que atropelou e matou vai prestar depoimento nesta quinta-feira Ele terá alta do Hospital Militar ainda nesta manhã para ser ouvido na Delegacia de Vespasiano, onde ocorreu o acidente

Luana Cruz -

Publicação: 02/01/2014 07:49 Atualização:

O policial militar que atropelou cinco pessoas de uma família na tarde de quarta-feira, no entroncamento da MG-010 com MG-424, na Grande BH, será ouvido hoje pela Polícia Civil. Uma criança de 12 anos morreu depois de ser socorrida em estado grave para o Hospital João XXIII. O major Nilson da Silva Lima, do 49º Batalhão da Polícia Militar (PM), deve ser liberado do hospital por volta de 8h30. Há suspeita de que ele estivesse embriagado no momento do acidente, mas o motorista recusou o bafômetro. A PM também vai abrir procedimento administrativo para apurar as circunstâncias do atropelamento e avaliar possível punição ao major.

Na tarde de ontem, o Astra, de placa LQE1506, conduzido pelo militar, saiu da pista e atingiu as vítimas no acostamento. Júlia da Costa Pereira, de 12 anos, foi levada para o hospital de helicóptero e morreu horas depois. Também foram socorridos Darlene Santos Pereira, de 22 anos, Laurinda Rodrigues da Costa Neves, de 47 anos, Vítor Gabriel da Costa Neves e Simone Costa.

Conforme o coronel Antônio Carvalho, que está temporariamente no Comando de Policiamento da Capital, o motorista disse que foi “jogado” por outro carro na curva, por isso atingiu o acostamento. Muito abalado, o major Nilson foi retirado do local do acidente, por causa do risco de agressão das testemunhas, e foi levado para o Hospital Militar.

Nilson passou a noite sedado, porque está muito nervoso com o acidente. Conforme o coronel Carvalho, o major estava de folga, no entanto haverá processo da corporação para apurar o acidente. Um oficial acompanha o militar na internação e vai conduzi-lo até a delegacia para a oitiva.



Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »