Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Habeas corpus » STJ nega pedido do ex-banqueiro Salvatore Cacciola para sair do país O ítalo-brasileiro foi condenado em primeira instância no Brasil por crimes contra o sistema financeiro

Correio Braziliense

Publicação: 19/12/2013 07:51 Atualização:

A Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) rejeitou o habeas corpus apresentado pelo ítalo-brasileiro Salvatore Cacciola para deixar o país sem autorização judicial. Nascido em Milão, Cacciola era dono do banco Marka. Ele foi condenado em primeira instância no Brasil por crimes contra o sistema financeiro. Ficou foragido na Itália por quase seis anos.

Em 2007, ele acabou preso no Principado de Mônaco e, um ano depois, foi extraditado para o Brasil. Em 2012, a pena foi extinta. Mas ele passou a responder por negociação de títulos sem lastro quando a Justiça determinou que não saísse do país sem autorização, decisão contra a qual Cacciola ajuizou o habeas corpus.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »