Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Temporal » Cinco pessoas morrem devido às chuvas em Minas Gerais

Agência Brasil

Publicação: 18/12/2013 10:58 Atualização: 18/12/2013 13:31

Militares do Corpo de Bombeiros de Belo Horizonte e de Governador Valadares voltaram as buscas pela sexta vítima soterrada por uma encosta que deslizou em Sardoá, no Vale do Rio Doce. Foto: Eliberto Ramos/Esp. EM/D.A Press
Militares do Corpo de Bombeiros de Belo Horizonte e de Governador Valadares voltaram as buscas pela sexta vítima soterrada por uma encosta que deslizou em Sardoá, no Vale do Rio Doce. Foto: Eliberto Ramos/Esp. EM/D.A Press

A Defesa Civil de Minas Gerais confirmou mais uma morte devido ao deslizamento que deixou uma família soterrada em Córrego do Malacacheta, zona rural do município de Sardoá (MG). Cinco corpos já foram encontrados e identificados, são eles: Vladmir Souza, de 24 anos; Maria Conceição de Souza, de 50 anos; Wallace Catarino Costa Souza, de 9 anos; Wanderson de Souza, de 10 anos; e Gabriela de Souza Batista, de 6 anos.

Nesta manhã as equipes especializadas em enchentes retomaram o trabalho de busca, interrompido ontem a noite por causa da falta de iluminação e os risco de ocorrerem novos deslizamentos de terra. As equipes estão em busca do menino Leandro de Souza Batista, de 7 anos, que estava na residência atingida e ainda está desaparecido.

Segundo o boletim da Defesa Civil estadual divulgado nesta quarta-feira (18) as fortes chuvas dos últimos dias na região contribuíram para a elevação dos níveis dos córregos do Rio Doce, que transbordaram inundando várias residências, estabelecimentos comerciais, ruas e avenidas.

A Defesa Civil já instalou três abrigos em escolas da região. O Corpo de Bombeiros registrou mais de 71 ocorrências neste período de chuvas. Foram registradas ocorrências de deslizamentos de encostas, resgate de pessoas ilhadas, desabamentos de duas residências, além de várias solicitações de vistorias em áreas de riscos. A Defesa Civil contabiliza os danos e prejuízos para que possa dar apoio às famílias afetadas.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »