Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Natal » Papai Noel azul entrega presentes a crianças no Morro dos Macacos no Rio

Agência Brasil

Publicação: 17/12/2013 20:00 Atualização:

O Papai Noel chegou vestido de azul, cor oficial da Polícia Militar do Rio, e dentro de um camburão, na festa de Natal do Morro dos Macacos, em Vila Isabel, na zona norte da cidade. Ele estava acompanhado de dois duendes verdes, para ajudar na distribuição dos presentes. Isso seria impossível de ocorrer três anos atrás, antes da implantação da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP), quando a comunidade era dominada pelo tráfico de drogas.

No momento em que o Papai Noel desembarcou da viatura policial, centenas de crianças o receberam. Foram entregues 600 brinquedos arrecadados pelo comandante da UPP, capitão Marcio Rocha, de comerciantes do bairro. Crianças de creches escreveram 250 cartinhas com pedidos de brinquedos e mais 350 receberam senhas para ter direito aos presentes.

“A política de UPPs significa um resgate de território e da cidadania para os moradores. Também representa a retomada da autoestima do policial, que encontra o reconhecimento de seu trabalho na comunidade. Desde que a UPP surgiu, a gente percebe a ausência do tráfico ostensivo e armado”, disse o capitão, que, aos 29 anos de idade, já comandou mais duas UPPs: do Morro Dona Marta, em Botafogo, e do Morro do Andaraí, na zona norte.

Durante a distribuição dos brinquedos, muitas pegavam na mão dos soldados ou mesmo buscavam o colo das policiais militares. A alegria era tanta, que até o próprio Papai Noel, um soldado da corporação, precisava intervir pedindo calma, para que elas ficassem atrás de uma barreira que as separava dos presentes.

Entre os pedidos, além das tradicionais bonecas e bolas de futebol, a garotada também pedia equipamentos eletrônicos. “Eu quero ganhar um tablet”, pedia Eric Felipe, que cursa a sexta série. Presente idêntico ao desejado pelo colega Vinícius de Oliveira.

Com um pedido mais simples e menos tecnológico Taiane, de 7 anos, desejava uma bicicleta. “Eu não tenho nome completo. Quero ganhar uma bicicleta”, dizia, quase sufocada pelas demais crianças, que se apertavam esperando a vez de também ganhar das mãos do Papai Noel azul o presente de Natal.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »