Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Crime em São Paulo » Mãe do menino Joaquim deixa a cadeia sob escolta policial

Agência O Globo

Publicação: 12/12/2013 13:46 Atualização:

Sob escolta policial, a mãe do menino Joaquim Pontes Marques, Natalia Ponte, foi libertada da Cadeia Feminina de Franca, no interior de São Paulo, onde estava presa temporariamente desde o dia 10 de novembro. No momento da saída de Natalia, no fim da tarde de quarta-feira, alguns moradores chegaram a gritar "assassina" e ainda deram socos no carro em que ela estava.

O Tribunal de Justiça de São Paulo concedeu habeas corpus para a psicóloga na terça-feira. O desembargador Péricles Piza, da 1ª Câmara de Direito Criminal, entendeu que não há nenhum indício concreto de que se estiver em liberdade, Natalia poderia prejudicar as investigações.

Ela estava presa desde que o corpo de Joaquim foi encontrado em Barretos, em 10 de novembro, e não pode comparecer ao enterro do filho.

Em sua decisão, Piza questionou a prorrogação da prisão temporária de Natalia. O relator lembrou que a polícia, ao pedir a prorrogação da detenção, fundamentou o pedido na "necessidade de se aguardar pelos resultados dos laudos periciais" e alegou que "se Natália for solta, corre sério risco de vida, em razão do clamor social e revolta da população. Por essa razão, já seria necessária a prorrogação".

O padrasto do menino, Guilherme Longo, segue detido em uma cela da Delegacia Seccional de Barretos. O casal é considerado pela polícia suspeito da morte do garoto. Eles negam o crime e afirmam que são inocentes.

O pedido de habeas corpus para Natalia foi impetrado por Carbone Sobrinho, um advogado que não participa do caso. Para o defensor da mãe de Joaquim, Cássio Alberto Ferreira, o pedido e a decisão do juiz podem prejudicar a suspeita.

"Eu não arriscaria ter entrado com esse pedido. Não sei se isso (habeas corpus) vai comprometê-la ou não no inquérito. Até agora, ela estava auxiliando a polícia e dando tudo certo", afirmou Ferreira.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »