Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Tratado internacional » Brasil e França devem assinar acordo para que turista mochileiro possa trabalhar

Agência O Globo

Publicação: 11/12/2013 16:01 Atualização:

Os governos do Brasil e da França devem assinar nesta quinta-feira, durante a visita de Estado que o presidente francês François Hollande fará ao Brasil, um acordo para conceder visto de até um ano para jovens brasileiros e franceses que queiram fazer turismo no outro país, com direito a obter emprego durante o período da viagem.

 

O público-alvo do acordo são jovens mochileiros. O texto está pronto para a assinatura.
De acordo com o Itamaraty, a iniciativa partiu do governo da França e vinha sendo estudada pelo governo brasileiro. O Itamaraty não informou detalhes sobre o novo tipo de visto, isto é, se haverá limite de idade ou restrições quanto ao tipo de emprego que os jovens brasileiros poderão obter na França, bem como os jovens franceses no Brasil.

O acordo menciona um "programa de férias-trabalho" destinado a jovens. Atualmente, brasileiros e franceses não precisam de visto para viajar ao outro país. Os vistos atuais, porém, são limitados a 90 dias de estadia e não permitem que os turistas obtenham emprego. Acordo semelhante já foi assinado entre os governos do Brasil e da Nova Zelândia. Para entrar em vigor, acordos dessa natureza costumam necessitar de aprovação do Congresso.

A chegada de Hollande a Brasília, vindo de Paris, está prevista para o início da manhã de quinta-feira. Deverão ser assinados cerca de oito acordos entre os dois governos, bem como alguns contratos envolvendo empresas de ambos os países.

O acordo sobre o programa de férias-trabalho será assinado pelo ministro das Relações Exteriores do Brasil, Luiz Alberto Figueiredo, e pelo chanceler francês. A previsão é que os jovens interessados em obter o novo visto tenham que fazer o pedido nos consulados e embaixadas do outro país. Segundo o Itamaraty, esse tipo de pedido vem sendo apresentado ao Brasil por países desenvolvidos.

Um outro acordo pronto para ser assinado prevê a oferta de estágio em empresas francesas para universitários brasileiros, tanto na França quanto no Brasil. A ideia é atender mil brasileiros no prazo de dois anos: 500 em empresas na França e 500 em empresas francesas em território brasileiro. A França é parceira do programa Ciência sem Fronteiras, que concede bolsas para estudantes brasileiros de graduação e pós-graduação no exterior.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »