Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Saúde » Defensoria Pública aciona Ministério da Saúde por atrasos em cirurgias no Rio de Janeiro

Agência Brasil

Publicação: 10/12/2013 13:39 Atualização:

Aproximadamente 13 mil pacientes aguardam por cirurgias em hospitais federais do Rio de Janeiro, segundo a Defensoria Pública da União (DPU). De acordo com o órgão, 730 crianças estão entre os pacientes. Diante dessa situação, a Defensoria entrou com uma ação civil pública para obrigar o Ministério da Saúde a apresentar no prazo de 60 dias, um cronograma para atender essas pessoas.

A ação também pede a realização de concurso público para resolver a carência de profissionais de saúde na rede. A DPU quer uma multa de R$ 1,2 bilhão para o Ministério da Saúde, por dano moral coletivo. Segundo nota divulgada pela defensoria, alguns pacientes aguardam até sete anos por intervenções cirúrgicas em especialidades como cirurgia vascular, cardíaca, ortopédica e oftalmológica, nas redes de Bonsucesso, Andaraí, Cardoso Fontes, Servidores do Estado, Lagoa e Ipanema.

Por meio da nota, o defensor público federal, Daniel Macedo disse que “os dados refletem as consequências de diversos fatores que contribuem para esta situação de calamidade, dentre os quais a falta generalizada de insumos e medicamentos, os baixos salários, a alta rotatividade dos profissionais de saúde, o sucateamento dos hospitais, a má administração de recursos públicos e a ausência de concursos públicos periódicos”.

A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa do Ministério da Saúde, mas, até a publicação da matéria não recebeu resposta.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »