Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Rio de Janeiro » Macaé terá piscinões para escoamento da chuva

Agência Brasil

Publicação: 03/12/2013 21:19 Atualização:

O prefeito de Macaé, Aluízio dos Santos Júnior, visitou hoje (3) o bairro Nova Esperança para avaliar a situação após o temporal que atingiu a cidade na madrugada de segunda-feira (2). O local passa por obras de urbanização que prevêem a construção de três piscinões que servirão como ponto de escoamento, podendo acumular até 6 milhões de metros cúbicos de água das chuvas.

De acordo com o prefeito, “com apenas cinco meses de obras e ainda não finalizado, o piscinão passou pelo seu primeiro teste esta semana, ajudando a minimizar o impacto da chuva no bairro" e acrescentou  que foi o primeiro dos três piscinões programados para o bairro, que está abaixo do nível do mar. “Os piscinões têm o objetivo de armazenar a água da chuva que, aos poucos, será escoada para o canal que corta o bairro e para o Rio Macaé”, informou.

Durante todo dia de hoje, técnicos da Defesa Civil e das secretarias de Desenvolvimento Social, Habitação, Obras e Ordem Pública vistoriaram as residências no Morro de Sant’Anna que estão em área de risco. O objetivo é remover as famílias que ainda resistem em deixar suas casas e levá-las para locais seguros.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil Municipal, Luciano Castilhos, engenheiros e técnicos do órgão estão avaliando a estrutura das residências e a situação da encosta que cedeu em alguns pontos. Assistentes sociais acompanham as famílias e orientam a respeito dos direitos, como o aluguel social que é oferecido temporariamente e o auxílio emergência para reforma dos imóveis danificados, que não é o caso do Morro de Sant'Anna. Elas também fazem o levantamento social de cada família, para conhecer a realidade dos moradores do local.

O prefeito Aluízio Júnior encaminhou na tarde de hoje, em regime de urgência, projeto que reajusta os valores do aluguel social e do auxílio emergência. O aluguel social passará de R$ 373 para R$ 600 e o auxílio emergência dos atuais R$ 249 para R$ 400. O aluguel passará a ter validade de 12 meses, prorrogáveis, dependendo do caso da família, por mais um ano.

"A medida referenda a preocupação do prefeito e do governo com as famílias vítimas das chuvas e ainda mostra que os vereadores também estão sintonizados com as questões emergenciais da população”, explicou o secretário de governo, Léo Gomes.

A prefeitura informou que as aulas nas 105 escolas da rede municipal de ensino continuam suspensas nesta quarta-feira (4).

De acordo com o Sistema de Alerta de Chuvas do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), dez municipios do norte e noroeste fluminense continuam em estágio de alerta máximo, que é o terceiro dos quatro níveis de preocupação para enchentes dos rios. Os municípios que estão nessa situação são: Laje do Muriaé, Itaperuna, Cardoso Moreira, Italva, Porciúncula, Natividade, Santo Antônio de Pádua, Bom Jesus do Itabapoana e Campos dos Goytacazes. Já em Macaé, o nível dos rios que cortam o município baixou nas últimas horas. O Rio São Pedro está em estágio de alerta e o Rio Macaé em atenção.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »