Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Em 24 horas » Temporais já causam estragos no interior de Minas

Pedro Ferreira -

Publicação: 03/12/2013 07:33 Atualização:

Em São João del-Rei, o Córrego do Lenheiro perdeu 500m da mureta: Reprodução da internet/www.facebook.com
Em São João del-Rei, o Córrego do Lenheiro perdeu 500m da mureta: Reprodução da internet/www.facebook.com

Preocupação e medo em São João del-Rei, no Campo das Vertentes, e em Santos Dumont, na Zona da Mata, dois dos municípios mais atingidos por temporais no fim de semana. Na cidade histórica, que está completando 300 anos, o Córrego do Lenheiro transbordou, inundou pelo menos 150 moradias e destruiu 500 metros da mureta de proteção do canal. O nível da água chegou a 1,5m em algumas casas, destruindo móveis, eletrodomésticos e alimentos. Em 24 horas, choveu 165mm, dos quais 139mm apenas das 18h30 às 20h de sábado. Parte de uma casa desmoronou no Bairro São João e a dona do imóvel ficou desalojada. Moradores da residência ao lado, atingida pelos escombros, foram retirados pela Defesa Civil Municipal (Comdec), por medida de precaução.

A Vila Nossa Senhora de Fátima, que fica próxima ao Rio das Mortes, foi um dos pontos mais castigados, segundo o coordenador da Comdec, coronel Maurílio Ângelo Andrade. Ele informou que três máquinas retroescavadeiras e dois caminhões foram usados na limpeza da cidade. A prefeitura criou uma força-tarefa para acelerar o serviço. Várias famílias que moram às margens do Córrego do Lenheiro foram orientadas a procurar abrigo em locais mais altos. Equipes da Secretaria Municipal de Saúde visitaram os pontos inundados para vacinar a população contra hepatite B, tétano e febre amarela.

Deslizamentos

Em Santos Dumont, a Defesa Civil registrou 15 desmoronamentos de encostas em apenas 40 minutos de chuva, danificando parcialmente 15 residências. O Rio das Posses transbordou e invadiu ruas do Centro e dos bairros São Sebastião, Nossa Senhora da Graça, Nossa Senhora do Glória e Quarto Depósito. A BR-040 ficou interditada por três horas no domingo, devido a deslizamento de terra e queda de árvores na pista. Ontem, a Comdec emitiu alerta para o risco de novos desmoronamentos de encostas. A terra está bastante encharcada e o perigo está aumentando. “A tendência é aumentar o número de pessoas desalojadas. Diversas famílias foram aconselhadas a sair das suas casas e a prefeitura está oferecendo abrigo”, disse o coordenador da Defesa Civil municipal, coronel Antônio Fernandes Sobrinho.

Choveu também forte em Muriaé, Ewbank da Câmara, Santa Bárbara do Monte Verde e Juiz de Fora, todas na Zona da Mata. Segundo o subtenente Flávio Fagundes, da Cordenadoria Estadual de Defesa Civil, o órgão aguarda documentos necessários para enviar ajuda para Santos Dumont, São João del-Rei e Juiz de Fora, como lonas plásticas, cestas básicas, colchões, cobertores e roupas para as vítimas. Desde o início do período chuvoso, dois municípios mineiros decretaram situação de emergência: Ataleia, no Vale do Mucuri, em 7 de novembro; e Vargem Alegre, no Rio Doce, em 11 de novembro. Até agora, uma pessoa morreu: em 4 de outubro, Romário Rocha Cazarim, de 22 anos, foi atingido por um raio em Astolfo Dutra, na Zona da Mata.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »