Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Câmara » CPI da Exploração Sexual vai ouvir suspeito de desaparecimentos no Rio

Agência Câmara

Publicação: 02/12/2013 14:15 Atualização:

A comissão parlamentar de inquérito (CPI) que investiga a exploração sexual de crianças e adolescentes vai ouvir, na próxima quarta-feira (4), o depoimento de Fernando Marinho de Melo. Ele deverá prestar esclarecimentos sobre o desaparecimento da adolescente Larissa Gonçalves, ocorrido em 2008 no Rio de Janeiro. A reunião está marcada para 14h30, em local a definir.

A relatora da CPI, deputada Liliam Sá (Pros-RJ), afirmou que 12 de17 casos de desaparecimentos na região do Rio de Janeiro apontam para o nome de Fernando Marinho de Melo. Ele foi reconhecido por testemunhas como sendo o autor dos crimes, porém só dois casos foram encaminhados ao Ministério Público e processados.

Um deles é o de Larissa, sequestrada no dia 31 de janeiro de 2008, dentro de sua casa no bairro de São Cristóvão. Testemunhas presenciaram quando o acusado se apresentou como técnico de TV e depois o viram saindo com a menina e a TV que ele roubou. Segundo as testemunhas, Fernando de Melo teria pegado um táxi e seguido até o camelódromo da Rua Uruguaiana, no centro do Rio de Janeiro. Depois disso, a menina nunca mais foi vista.

Fernando de Melo foi condenado a quatro anos de prisão, mas a pena foi convertida em prestação de serviços comunitários.

Parcerias

Na última terça-feira (26), as deputadas Liliam Sá e Érika Kokay (PT-DF) reuniram-se com o diretor-geral da Polícia Federal, Leandro Daiello Coimbra. Elas solicitaram que o órgão atue em parceira com a Polícia Civil do Rio de Janeiro na investigação desses casos de desaparecimento.

Segundo Érika Kokay, existe suspeita de que tenha ocorrido tráfico internacional de pessoas. "Há um sentimento das mães de muita impotência. As mães muitas vezes têm elementos concretos que apontam, com evidências extremamente graves, mas não têm resposta da polícia do estado do Rio de Janeiro. Nesse sentido, viemos aqui para ver a possibilidade de a Polícia Federal contribuir para esse processo de investigação. Até porque há suspeitas de os desaparecimentos terem uma relação com o tráfico internacional [de pessoas]."

A CPI também aprovou requerimento para que um delegado da Polícia Federal acompanhe o depoimento de Fernando Marinho de Melo, que está marcado para as 14h30.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »