Infraestrutura Desrespeito e falta de conservação nas ciclofaixas e ciclovias

Por: Myrela Moura - Diario de Pernambuco

Publicado em: 29/05/2014 10:18 Atualizado em: 29/05/2014 11:46

Na Estrada do Arraial, a sinalização da ciclofaixa está apagada. Motoristas também invadem o espaço destinado aos ciclistas. Foto: Myrela Moura/Esp.DP/D.A Press
Na Estrada do Arraial, a sinalização da ciclofaixa está apagada. Motoristas também invadem o espaço destinado aos ciclistas. Foto: Myrela Moura/Esp.DP/D.A Press
Em pouco tempo de adesão em massa à bike como meio de transporte e lazer no Recife, as poucas ciclovias da cidade já apresentam sinais de má conservação, além do desrespeito de motoristas que insistem em invadir o espaço destinado aos ciclistas. A disputa por espaço acontece todos os dias, sem que haja punição ou fiscalização na maioria dos casos.

Pedreiro Antônio Felinto usa a bicicleta diariamente para ir ao trabalho reclama do desrespeito. Foto: Myrela Moura/Esp.DP/D.A Press
Pedreiro Antônio Felinto usa a bicicleta diariamente para ir ao trabalho reclama do desrespeito. Foto: Myrela Moura/Esp.DP/D.A Press
A ciclovia da Estrada do Arraial, no bairro de Casa Amarela, nas proximidades do cruzamento da Rua Sebastião Alves e Sores Moreno, teve um grande trecho apagado e as divisórias retiradas devido a uma obra de recapeamento no local. Os ciclistas estão incomodados e temem trafegar por ali “Sempre uso a ciclovia para ir ao trabalho, mas nesse trecho os motoristas não respeitam a faixa, então não me arrisco”, conta o pedreiro Antônio Felinto.

É possível ver motocicletas e carros de grande e pequeno portes passando pela ciclovia e os ciclistas obrigados a subir a calçada. “O único período em que se pode ver alguém pedalando no local é nos finais de semana, quando o tráfego de veículos é menos intenso”, diz o morador da área Joseph Mário.

Ciclofaixa da Imbiribeira  foi inaugurada este mês, mas motoristas constantemente são vistos invadindo a faixa dedicada aos ciclistas. Foto: Myrela Moura/Esp.DP/D.A Press
Ciclofaixa da Imbiribeira foi inaugurada este mês, mas motoristas constantemente são vistos invadindo a faixa dedicada aos ciclistas. Foto: Myrela Moura/Esp.DP/D.A Press
Outro caso de desrespeito acontece no bairro da Imbiribeira. A nova ciclovia foi inaugurada esse mês como parte do plano diretor cicloviário e tem 3,5 km de extensão, mas motoristas constantemente são vistos invadindo a faixa dedicada aos ciclistas que têm que dividir o espaço com motocicletas. “A prefeitura criou a faixa e foi uma boa iniciativa, mas sem fiscalização não adianta”, lamenta o segurança Robson Rodrigues, morador da área.

O percurso liga os bairros de Afogados e Imbiribeira, começando na interseção da Avenida 21 de Abril com a Rua Cosme Viana e seguindo pela Rua Santos Araújo, Ponte Gilberto Freyre, Avenida Arquiteto Luiz Nunes e Rua José Brandão, continuando por toda extensão da Lagoa do Araçá.

A Companhia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU) informou que a sinalização horizontal será reimplantada assim que houver uma trégua no período chuvoso, uma vez que o material não adere ao asfalto molhado ou com umidade superior a 85%.

Em relação à fiscalização na Ciclofaixa Arquiteto Luiz Nunes, na Imbiribeira, ela esclareceu que o efetivo de agentes de trânsito foi intensificado desde a implantação, no dia 16/05. Além de três duplas de agentes dispostas em pontos fixos, a Ciclofaixa é fiscalizada através de rondas diárias.

A Companhia informa ainda que a Avenida também conta com aparelho de fiscalização eletrônica, possibilitando que a fiscalização seja realizada de maneira eficaz. O motorista que ultrapassar a velocidade regulamentada na via, que é de 40km/h, está sujeito à multa que varia entre 85,13 e R$ 574,62, já o condutor que trafegar sobre a ciclofaixa está sujeito a multa de R,62.

Ciclovia bem sinalizada e espaçosa foi construída na BR- 408 que corta todo o trajeto da Arena de Pernambuco. Foto: Myrela Moura/DP/D.A Press
Ciclovia bem sinalizada e espaçosa foi construída na BR- 408 que corta todo o trajeto da Arena de Pernambuco. Foto: Myrela Moura/DP/D.A Press
Projeto Pedala PE - Visando ampliar a malha cicloviária existente no Estado o Governo de Pernambuco, em parceria com os municípios, criou no ano passado o projeto Pedala PE que prometia ampliar em 100km as ciclovias do Recife até dezembro de 2014. Elas seriam instaladas no ramal de acesso à Cidade da Copa, na BR-101 e na II Perimetral. Foi construída uma ciclovia bem sinalizada e espaçosa na BR- 408 que corta todo o trajeto da Arena de Pernambuco, conhecida como Itaipava.

Projeto Pedala PE prevê revitalização da ciclovia da PE-15 mas até agora nada foi feito. Foto: Myrela Moura/Esp.DP/D.A Press
Projeto Pedala PE prevê revitalização da ciclovia da PE-15 mas até agora nada foi feito. Foto: Myrela Moura/Esp.DP/D.A Press
O projeto também contava com a revitalização da ciclovia bidirecional da ciclovia da PE-15, de 11,5 quilômetros, mas até agora nada foi feito. “Todos os dias passo por aqui para ir até Paulista e não houve nenhuma melhora”, conta o vigilante Gilvan Lopes. Para piorar não existe nenhum tipo de sinalização na área e pessoas acabam trafegando pelo local e os carros estacionando na ciclovia.

A secretaria das Cidades informou que a licitação para requalificação da ciclovia da PE- 15 já está na fase final e as obras vão começar o mais rápido possível. Essa é a primeira ação do Pedala PE. Quanto a BR -101 e II Perimetral as vias estão em fase de projetos, ainda não há um prazo para as obras iniciarem.

TAGS:

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.