• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Cinema J.K Rowling defende permanência de Johnny Depp em Animais Fantásticos Fãs da escritora fizeram protestos contra a escalação do ator, acusado de agressão pela ex-mulher, Amber Heard

Por: Estado de Minas

Publicado em: 07/12/2017 18:06 Atualizado em:

J.K Rowling é a criadora da saga Harry Potter. Foto: Warner e J.K Rowling/Reprodução
J.K Rowling é a criadora da saga Harry Potter. Foto: Warner e J.K Rowling/Reprodução

A autora J.K Rowling se pronunciou, pela primeira vez, sobre a escalação do ator Johnny Depp para o papel de Grindelwald, em Animais Fantásticos: Os crimes de Grindelwald. A declaração foi feita em meio a protestos contra o ator, acusado de agressão pela ex-mulher, Amber Heard.  "Aceito que haverá aqueles que não estão satisfeitos com nossa escolha de ator no papel. No entanto, a consciência não é governável por um comitê", escreveu. "Dentro do mundo fictício e fora dele, todos temos que fazer o que acreditamos ser a coisa certa", declarou. 

Quer receber notícias sobre cultura via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (81) 99113-8273 e se cadastre 

No texto, ela ainda conta que a permanência de Depp no elenco chegou a ser reconsiderada. "Quando Depp foi lançado coo Grindelwald, pensei que seria maravilhoso no papel. No entanto, na época das filmagens de sua participação no primeiro filme, surgiram histórias na imprensa que me preocuparam profundamente, assim como aos outros envolvidos na franquia", relatou ao se referir sobre o escândalo do ator. "Naturalmente consideramos a possibilidade de reformulação".
 
"Com base na nossa compreensão das circunstâncias, os cineastas e eu não estamos apenas satisfeitos com o nosso elenco original, mas realmente felizes por ter Johnny como um dos personagens principais do filme", finalizou. Johnny Depp estrelou o primeiro filme da saga derivada de Harry Potter, Animais Fantásticos e onde habitam", e agora trabalha na continuação, que tem estreia prevista para o dia 16 de novembro de 2018, nos Estados Unidos. Amber Heard, em maio do ano passado, contou ter sido vítima de violência doméstica frequentemente, durante o casamento, que durou 15 meses. 

Confira o texto de J.K Rowling na íntegra: 

Quando Johnny Depp foi escalado para o papel de Grindelwald, achei que ele seria incrível no papel. No entanto, na época de filmar sua participação no primeiro filme, histórias apareceram na imprensa que me preocuparam profundamente, assim como aos outros envolvidos na franquia. 

Os fãs de Harry Potter têm questões legítimas e preocupações sobre nossa escolha em continuar com ele no papel. Como David Yates, diretor veterano de Harry Potter, já disse, naturalmente consideramos a possibilidade de substituí-lo. Entendo por qual motivo alguns ficaram confusos e bravos sobre os motivos disso não ter acontecido. 

A grande comunidade de apoio mútuo que se formou ao redor de Harry Potter é uma das grandes alegrias da minha vida. Para mim, pessoalmente, a falta de habilidade de falar abertamente com os fãs sobre esse assunto é difícil, frustrante e, muitas vezes, dolorosa. No entanto, os acordos que foram feitos para proteger a privacidade de duas pessoas, que expressaram o desejo de continuar com suas vidas, precisam ser respeitados. Baseado no nosso entendimento das circunstâncias, os cineastas e eu não estamos apenas confortáveis em manter nosso elenco original, como genuinamente felizes de ter Johnny fazendo um grande personagem dos filmes. 

Eu amei escrever os dois primeiros roteiros e mal posso esperar para os fãs verem Os crimes de Grindelwald. Eu aceito que alguns não ficarão satisfeitos com a escolha do ator no papel que dá o título. No entanto, a consciência não é governada por um grupo. No fundo ficcional ou fora dele, todos precisamos fazer o que achamos certo.

Acompanhe o Viver no Facebook:



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.