Notícias, Esporte, Pernambuco, Política, Tecnologia, Vídeos, Fotos, Mundo, Divirta-se

Pernambuco.com

Recife, 23/ABR/2018
 
cheia

  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

INFLAMAÇÃO » Cistite em gatos causa muita dor e incômodo. Saiba mais sobre a doença Em geral, a ocorrência dessa enfermidade é mais frequente em animais machos entre 2 e 6 anos

Correio Braziliense

Publicação: 16/01/2018 12:20 Atualização: 16/01/2018 12:29

 (Thalyta Tavares/Esp.DP)
A inflamação na bexiga está ligada a diversos fatores, incluindo desequilíbrio alimentar e estresse. O não tratamento pode levar a complicações graves.

A cistite em gatos é um problema urinário bastante comum que provoca muita dor e incômodo. Trata-se de uma inflamação na bexiga que pode ter diversas origens ou até ocorrer por causa desconhecida. "Além disso, a doença pode desencadear outros distúrbios no sistema urinário e, se não tratada adequadamente, motiva complicações graves", explica o médico veterinário Marcello Machado, gerente Técnico Nacional da Total Alimentos.

Em geral, a ocorrência dessa enfermidade é mais frequente em animais machos entre 2 e 6 anos. "A identificação da cistite felina acontece por meio de exame clínico, testes de urina e exame de imagem, sendo importante que, ao fechar o diagnóstico, sejam identificados os possíveis agentes causadores do problema", explica o médico.

Diferentemente da maior parte dos animais, as bactérias não são os principais causadores da cistite em gatos. É mais comum que o aparecimento da patologia tenha relação com fatores como:

idade;
alimentação incorreta;
baixa ingestão de água;
doenças anteriores;
obesidade;
estresse.
Gatos estressados, ansiosos e agressivos sofrem alterações no sistema endócrino, neurológico e de defesa do organismo, e isso aumenta a predisposição do pet ao desenvolvimento de cistite. Nesses casos, o diagnóstico é mais complicado e requer uma análise mais detalhada sobre cada sintoma.

"A cistite causada por estresse ocorre quando o animal vive em um ambiente sem condições adequadas para o desenvolvimento saudável e não recebe os cuidados necessários referentes a alimentação, saúde, atenção e higiene", conta Machado.

Ainda existem casos de cistite idiopática, em que o agente causador é desconhecido.

Sintomas

Quanto mais cedo a patologia for identificada, menos o felino sofrerá com os sintomas, e menores as chances de complicações. Para isso, é fundamental manter uma rotina de acompanhamento veterinário e ter atenção às mudanças de comportamento do animal. Caso note algum dos sintomas de cistite em seu animal de estimação, procure a orientação de um especialista para realizar exames detalhados:

periúria (urinar fora do local apropriado – no caso, a caixinha de areia)
dor ao urinar;
sangue na urina;
diminuição na quantidade da urina;
urina com odor forte.
Os felinos diagnosticados com cistite devem receber medicação recomendada pelo veterinário e ter cuidados especiais com a ingestão de água e alimentação. A melhor ração para gato com cistite deve ter quantidades reguladas de sódio, magnésio e fósforo, baixo teor de proteínas e pH adequado, para não sobrecarregar o sistema urinário.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.










SIGA

Facebook

Google+

Twitter

Rss