Notícias, Esporte, Pernambuco, Política, Tecnologia, Vídeos, Fotos, Mundo, Divirta-se

Pernambuco.com

Recife, 24/JAN/2018
 
cheia

  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

saúde » Para ter um feliz Natal Cuidado com as comidas da ceia! Para garantir um Natal perfeito ao lado do melhor amigo, também não descuide dos enfeites da casa

Correio Braziliense

Publicação: 15/12/2017 19:25 Atualização:

Foto: Reprodução/Internet
Foto: Reprodução/Internet
O fim do ano está aí e, com ele, as tão aguardadas ceias de Natal e Ano Novo. Ao trazer pratos principais e sobremesas de encher os olhos, tais refeições deixam os pets, e também seus donos, com água na boca. Porém, é preciso lembrar que nem todos os alimentos que consumimos neste período do ano podem ser oferecidos aos nossos melhores amigos.

“Diferentes tipos de legumes, carnes e sobremesas podem causar sérios problemas de saúde aos pets e, em casos extremos, até levá-los a óbito”, explica Karina Mussolino, médica veterinária da Pez.

Durante as festas, a tarefa de vigiar os bichos com a casa cheia é sempre mais difícil. Mesmo assim, Karina recomenda que a família fique atenta e também procure avisar os convidados para que não deem comida aos pets em hipótese alguma. Segundo ela, os cuidados necessários durante as festas são:

Evite condimentos, coberturas e molhos industrializados: A maior parte dos condimentos e molhos industrializados à disposição no mercado é prejudicial para o organismo dos animais. “Produtos deste tipo contêm excesso de corantes e ingredientes bastante tóxicos, principalmente, para os cães, como chocolate e macadâmia”, revela a veterinária.
 
Nada de bebidas alcoólicas e refrigerantes: o álcool altera o comportamento dos pets e, assim como os refrigerantes, é tóxico para o organismo deles. Embora não seja comum que os tutores deem álcool ou refrigerante para os bichinhos de estimação, os casos de ingestão de bebidas desse tipo por parte dos pets não são poucos. Isso, geralmente, acontece por causa da negligência de alguns familiares que se esquecem de recolher os copos e latinhas deixados pelo chão. “Os pets não têm consciência do que faz mal a eles e sempre que se deparam com comida ou bebida em locais onde podem alcançar, tendem a pegar. Por isso, é importante não deixar nada no chão e sempre vigiar para que eles não subam na mesa para beliscar”, aconselha.
 
Deixe a tigela de ração longe da mesa da ceia: evite deixar a tigela de ração próxima à mesa da ceia, já que os cães têm as suas táticas para tentar ganhar comida dos humanos. “Ao perceber que as pessoas estão comendo, o cachorro perde o interesse pela ração e começa a chorar com aquela carinha de que quer ser alimentado”, relata. “Quando não têm informação, as visitas ou os próprios tutores não resistem ao charme do pet e dão de comer a ele. Com a vasilha longe, isso se torna mais difícil de acontecer. Os cães mantêm a atenção na ração e, consequentemente, passam a correr menos riscos de ingerir o que não podem”, ensina.
 
Cuide para que o pet não engasgue: alguns cães ou gatos costumam ficar bastante ansiosos e agitados quando alguém lhes oferece comida. Enquanto estão assim, correm o risco de engolir o alimento sem mastigar corretamente e engasgar. “Em situações como essa, o melhor é fazer carinho no pet para acalmá-lo e dar de comer a ele só quando estiver mais tranquilo e sempre em pequenas porções. Também é preciso muito cuidado com ossos pequenos, quebradiços e caroços de fruta, já que, quando engolidos pelo pet, podem parar no estômago e/ou intestino, causando lesões bem graves”, alerta Karina Mussolino.
 
Atenção com plantas no quintal e enfeites de Natal: as plantas que ficam no quintal ou fazem parte dos enfeites natalinos também merecem atenção especial para evitar acidentes com os pets. Afinal, espécies como a poinsettia, mais conhecida como “bico-de-papagaio” ou “flor de Natal”, são tóxicas para os animais. “Caso venha a ingerir esse tipo de planta, o bichinho pode apresentar vômito ou diarreia, entre outras complicações. Por isso, é importante deixar vasos e adereços natalinos fora de alcance”, avisa a veterinária.
 
Confira o que é permitido ou proibido:
 
Permitido

. Chester ou peru – As partes magras da carne, como o peito, são permitidas. As demais podem causar vomito e diarreia devido concentração de gordura.
. Arroz – Somente sem tempero e em porções pequenas.
. Frutas e legumes – Banana, batata doce, abóbora, cenoura, brócolis e maçã são permitidos. Mas tudo sem tempero, sal, açúcar e em pedaços menores para facilitar a mastigação e a digestão.

Proibido

. Salpicão – Esse tipo de mistura é denso demais para o estômago dos pets. Além disso, quase sempre, inclui maionese e uva passa – que são terminantemente proibidos;
. Farofa – Nem pensar! Trata-se de um alimento rico em sal e gordura oxidada. Ou seja, um verdadeiro veneno para os pets;
. Molhos – São fortes demais para o estômago dos animais e podem até causar pancreatite;
. Rabanada – Pets estão proibidos de comer frituras. Além disso, doces caseiros desse tipo contêm muito açúcar, o que também é ruim para a saúde dos animais;
. Panetone – Além de conter uva passa, a massa e as outras frutas cristalizadas presentes nesse tipo de alimento têm muito açúcar;
. Chocotone – Tudo o que contém chocolate é proibido, já que o alimento tem teobromina em sua composição. Essa substância causa intoxicação e, caso seja ingerida em grande quantidade, pode até levar a óbito;
. Nozes – Também estão proibidas, mas é preciso atenção redobrada com as macadâmias e castanhas do Pará. Elas são tóxicas para os cães e podem causar alergia em alguns deles;
. Uva e uvas passas – Podem causar lesão renal aguda e até falência aguda dos rins;
. Vinho – De jeito nenhum! Os cães, principalmente, são ainda mais sensíveis aos efeitos do álcool do que os humanos. Por isso, mesmo uma quantidade muito pequena pode causar quadros graves de intoxicação.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.










SIGA

Facebook

Google+

Twitter

Rss