Notícias, Esporte, Pernambuco, Política, Tecnologia, Vídeos, Fotos, Mundo, Divirta-se

Pernambuco.com

Recife, 24/AGO/2017
 
cheia

  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Roteiro » Onde encontrar comida árabe no Recife Culinária reserva iguarias deliciosas em recônditos do Recife, do foodruck à cozinha tradicional

Marina Simões - Diario de Pernambuco

Publicação: 09/08/2017 21:00 Atualização: 09/08/2017 21:39

As receitas podem ser encontradas tanto nas versões fiéis ou abrasileiradas. Fotos: Bamboo Comunicação/Rihan Arquivo/Victor Cayke Fotografia
As receitas podem ser encontradas tanto nas versões fiéis ou abrasileiradas. Fotos: Bamboo Comunicação/Rihan Arquivo/Victor Cayke Fotografia


Tabule, kebab, falafel, homus, babaganuche são receitas tradicionais com os aromas e sabores característicos da culinária árabe. As iguarias despontam como filão de mercado em expansão. As receitas podem ser encontradas em trailers e casas especializadas - tanto nas versões fiéis ou abrasileiradas. 

Com produção artesanal e caseira, a fotógrafa Daniela Nader (Salamaleque) aprendeu a cozinhar com a avó Chafia Nader e reproduz kibes, esfirras (carne e espinafre com ricota), kafta, falafel, pão sírio e homus para encomendas. "É uma comida trabalhosa, com processo feitos à mão e que demanda tempo. Tem perfume e sabores inconfundíveis", aponta. Os temperos mais usados são hortelã, alho, cominho, semente de coentro, pimenta do reino e pimenta síria. Para os veganos, Daniela sugere o kibe de batata-doce (R$ 18/oito unidades). "Ele leva os mesmos temperos do kibe de carne. E vai um pouco de batata inglesa na massa e a batata-doce no recheio", explica. Ideais para quem busca praticidade, os produtos são congelados e basta colocá-los direto no forno. No mesmo formato, o Cozinha Árabe do Pina fornece iguarias preparadas por Sônia Duque, filha de mãe libanesa e pai sírio. O cardápio é amplo e variado, inclui kibe, esfirras, pão sírio, tabule e charutos.  

Esfiha de ricota com espinafre para encomenda no Salamaleque. Foto: Daniela Nader/Divulgação
Esfiha de ricota com espinafre para encomenda no Salamaleque. Foto: Daniela Nader/Divulgação


Os empresários Tiago Nobre e Caio Rihan inauguraram o Rihan Cozinha Árabe, no Cordeiro, para perpetuar as receitas da família libanesa. Eles abrem a casade quinta-feira a domingo, das 18h às 23h, para receber clientes no jardim com cardápio enxuto. No local, são servidos shawarmas (kebab) de falafel, carne ou frango e os kibes. "Nossa receita não é só um bolo de carne. Passo o trigo no moedor cinco vezes para formar aquela capinha crocante", ensina Caio. 

Dentre as receitas árabes, o kebab (shawarma) é o prato mais popular e tido como comida de rua amplamente consumida na Europa. Querendo trazer essa prática para o Recife, os sócios Eurico Valverde, Bruno Carvalho e André Freire, investiram no foodtruck Rockebab, instalado no Ubaias FoodPark, em Casa Forte. "A comida árabe é condimentada e harmoniza muito bem com cerveja. A combinação deu certo e criamos um happy hour", conta Eurico. Há opções de entradas, como porção de homus com pães (R$ 12), kibe (R$ 8) ou porção de falafel com molho de alho (R$ 15) e kebab com preços que variam de R$ 18 a R$ 26. 

Império Árape aposta na linha fast food, com compos de kebab. Fotos: Victor Cayke Fotografia
Império Árape aposta na linha fast food, com compos de kebab. Fotos: Victor Cayke Fotografia
"É um mercado que vale a pena investir e está chegando com força ao Nordeste. A ideia é criar uma McDonald’s árabe. Servir lanche rápido para comer no local ou levar”, explica o empresário Raphael Araújo, que abriu o Império Árabe, no bairro do Ipsep. Na loja, o cardápio sugere combos de kebab, batata frita e refrigerante. São 13 recheios diferentes e molhos caseiros como shawa (base de mostarda e alho), hot shawa (apimentado) e barbecue. O destaque vai para o novo kebab Imperador cheddar e bacon (isca de patinho, alface, tomate, cebola caramelizada, bacon crocante e cheddar cremoso R$ 18,99).

Inaugurado há um mês, o Chef Árabe, dos empresários Raphael Rodrigues e Lindiane Félix, deu toque brasileiro às receitas. O carro-chefe são os shawarma Lampião (charque desfiada, queijo coalho, alface, tomate, cebola e molho,R$ 14) e os doces Cartola (banana frita caramelizada, queijo manteiga com mel ou Nutella, R$ 10) e Romeu e Julieta (goiabada cremosa, queijo e cobertura de goiabada, R$ 12). “Ousamos nas combinações para agradar o paladar dos clientes. É uma comida diferenciada e até mais saudável que hambúrguer ou pizza”, explica Lindiane. 


Tiago e Caio resolveram abrir a própria casa de quinta a domingo para servir pratos tradicionais como shawarmas nas versões falafel, carne e frango. Foto: Arquivo Rihan/Divulgação
Tiago e Caio resolveram abrir a própria casa de quinta a domingo para servir pratos tradicionais como shawarmas nas versões falafel, carne e frango. Foto: Arquivo Rihan/Divulgação


Serviço

Chef Árabe (Rua Aderbal de Melo, 383, Ipsep)
Telefone: 99736-6204 

Cozinha Árabe do Pina (encomenda)
Telefone: 3326-3987

Império Árabe (Avenida Jean Emile Favre, 769, Ipsep)
Telefone: 99825-338

Kebabeer (R. Padre Silvino Guedes, 65, Espinheiro)
Telefone: 99169-3233

Rockebab (Estrada das Ubaias, 456, Casa Forte - Food Park Nas Ubaias/ Porto de Galinhas, Galeria Camaratuba)
Telefone: 99875-6506

Rihan Cozinha Árabe (Rua Dona Antônia Bezerra, 69, Cordeiro)
Telefone: 99894-7756

Salamaleque Cozinha Árabe (encomendas)
Telefone: 98955-8843

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.










SIGA

Facebook

Google+

Twitter

Rss