Notícias, Esporte, Pernambuco, Política, Tecnologia, Vídeos, Fotos, Mundo, Divirta-se

Pernambuco.com

Recife, 22/ABR/2018
 
cheia

  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Roteiro » Programe-se para viajar e veja os melhores lugares da América do Sul As belezas e o lazer são motivos que movem viajantes a programarem planos para viajarem pela América Latina

Correio Braziliense

Publicação: 23/02/2018 15:23 Atualização: 23/02/2018 15:45


Programar um roteiro pela América do Sul é muito pessoal. Com um continente tão extenso e cheio de lugares, culturas e paisagens interessantes para conhecer, não é fácil decidir para onde ir. Por isso, o tempo, o dinheiro e a animação para a viagem dirão qual o roteiro ideal para você.

Quem nunca se aventurou em uma viagem de carro pela América do Sul e não se sente totalmente seguro em rotas muito longas pode optar por começar por Argentina e Uruguai. Apesar de os países não fazerem fronteira, eles são vizinhos e possuem caminhos mais simples que os ligam. Caso queira encurtar a viagem, a dica é ir de avião até Porto Alegre (RS) e de lá seguir. Se ainda não conhece, aproveite para colocar no seu roteiro as belezas do Rio Grande do Sul, antes de partir para os países vizinhos. Quem deseja ir mais além, aposte em países como Peru, Bolívia, Colômbia e Equador.

Entretanto, existem algumas cidades e países que costumam despertar o interesse comum, porque as belezas e opções de lazer são diversas. O Turismo dá algumas sugestões.

Argentina

Foto: Douglas Scortegagna/Flickr
Foto: Douglas Scortegagna/Flickr


» Patagônia
A Patagônia é ampla e extensa para se conhecer, por isso é preciso definir antes as cidades e locais que deseja visitar. Lugares como a Terra do Fogo, formada por diversas ilhas, como Ushuaia — conhecida como o fim do mundo —, são algumas das atrações. Além disso, acrescente Bariloche na sua rota, que é um dos melhores lugares para esquiar na Argentina. A estação Cerro Catedral é considerada uma das maiores do Hemisfério Sul. Outro lugar imperdível é El Calafate, onde está o glaciar Perito Moreno, um paredão de gelo que pode ser visto de muito longe. Para os amantes de trekking, visite El Chaltén, na Argentina, o melhor local do país para praticar o esporte.

Foto: Hernán Pinera/Flickr
Foto: Hernán Pinera/Flickr


» Norte
A última região para dirigir e explorar na Argentina é o norte. Você pode iniciar por Buenos Aires e desbravar a capital do país, que possui diversas opções de lazer, gastronomia e oferece lindas paisagens. Depois conheça Cachi, Cafayate, Quebrada das Conchas, o Parque Nacional Los Cardones e Salinas Grandes. Nesses lugares, as belezas naturais e as paisagens são únicas e com põem um cenário que somente com a facilidade de uma rodovia interligada a outra poderia proporcionar. Em seguida siga para Tilcara, descubra a Quebrada do Humahuaca e volte para Córdoba.

Foto: Duane Storey/Flickr
Foto: Duane Storey/Flickr


» Vinícolas
A Argentina é uma das maiores produtoras de vinho do mundo. Para os admiradores da bebida, um roteiro pelas vinícolas é ideal. É possível realizar visitas de degustação, conhecer os principais lugares onde os vinhos famosos são produzidos, pisar em uvas, além de experimentar diferentes tipos de queijo. São mais de 170 vinícolas espalhadas do norte ao sul do país. Elas formam a rota do vinho, no entanto, não há uma rodovia nacional que ligue todas elas. Para iniciar o percurso, comece por Mendoza, a principal produtora de vinhos. Em seguida vá para Maipu e para o Acervo Aconcágua. Depois disso, parta para Salta, que também tem diversos vinhedos, e, por fim, vá para Cafayate, que também possui vinícolas excelentes.

Uruguai

Foto: Leo Alvarez/Flickr
Foto: Leo Alvarez/Flickr


» Punta del Diablo
A somente 45 minutos da divisa com o Brasil, Punta del Diablo é um vilarejo de pescadores que se tornou um importante destino turístico. Feiras de artesanato, restaurantes sofisticados e uma arquitetura característica, com casas e pousadas de formas e cores distintas algumas construídas sobre as rochas ou entre as dunas são as atrações que se encontram por lá.

Foto: Wagner T. Cassimiro/Flickr
Foto: Wagner T. Cassimiro/Flickr


» Punta del Este
A cidade mais badalada do Uruguai reserva muitas atrações, como cassinos, cafeterias, museus, centros culturais e muitas praias.  Por lá, não deixe de visitar a Casapueblo (foto), Museu del Mar, Playa Mansa, Casino Nogaro by Mantra. Além de experimentar a gastronomia local, que é regada a muito vinho, carnes e pratos típicos, como chivito e pancho.

Foto: Fabiano Caetano/Flickr
Foto: Fabiano Caetano/Flickr


» Colonia del Sacramento
Tombada como Patrimônio da Humanidade pela Unesco, a pequena cidade é daquelas que você precisa deixar o carro de lado, alugar uma bicicleta ou explorá-la a pé. Por ter muitos museus, áreas históricas e um centro característico, o lugar é recomendado para aqueles que gostam de visitar locais que respiram cultura.

Foto: Ariel Bentos/Flickr
Foto: Ariel Bentos/Flickr


» Montevidéu
A capital uruguaia tem uma forte ligação com a história, a natureza e o mar. Há bons passeios gratuitos como ao Jardim Botânico, Parque Rodó, Mercado do Porto, Palácio Salvo. O trânsito  é tranquilo, apesar de ter muitos carros. Os restaurantes são dos mais variados tipos e estilos, desde especialistas em frutos do mar, na orla, até a culinária internacional tradicional. 

Bolívia

Foto: Bruno Moretti/Flickr
Foto: Bruno Moretti/Flickr


» Isla del Sol
As ruínas, a cultura e a beleza do lago Titicaca compõem cenário da  Isla del Sol. O destino é um dos mais procurados da Bolívia e a pequena porção de terra tem atrações imperdíveis. A ilha é habitada somente por indígenas, descendentes dos quechuas e aymaras. Esses povos se dedicam ao artesanato e ao pastoreio. Há muito o que se ver produzido pelos moradores. Para chegar até lá, é preciso tomar um barco na cidade de Copacabana, às margens de Titicaca.

Foto: Loraineltai/Flickr
Foto: Loraineltai/Flickr


» Valle de la Luna
Com formações milenárias, os desenhos que formam o Valle de La Luna são um passeio obrigatório no Deserto do Atacama. A 17km do povoado de San Pedro está um dos principais cartões-postais da região. Por possuir cores, formatos e texturas únicas, o local é comparado à superfície da lua e essa é a origem do seu nome. O pôr do sol é considerado um dos mais bonitos de todo o deserto, por isso é importante se programar para não perder esse espetáculo da natureza. 

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.










SIGA

Facebook

Google+

Twitter

Rss